11/07/2021 16h45min - Geral
2 semanas atrás

“Qualquer vacina” é esperança para recuperar a liberdade que a pandemia tirou


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: TaNaMídia Naviraí


Na fila para se vacinar contra a covid no Estádio Guanandizão, na Avenida Presidente Ernesto Geisel, várias pessoas esperam pelo momento tão importante e garantem que qualquer marca de vacina é satisfatória. Para eles, a imunização poderá, daqui algum tempo, trazer de volta a "liberdade" que a pandemia tirou.

Neste domingo (11), três grupos podem se vacinar contra a covid em Campo Grande em dois pontos de imunização. Josiane não tem preferência por marca de vacina (Foto: Kísie Ainoã)

A profissional da imprensa, Josiane Paganini, de 27 anos, relata que a pandemia tirou sua “paz e tranquilidade” por conta das preocupações com a saúde dos familiares. “Tive a sorte de não perder ninguém. Fiquei dois meses parada, também, por conta da pandemia, mas consegui outro emprego”.

"Vacina até na testa”, brinca. “O que se escolhe é a bebida que vai tomar, a roupa que vai usar, vacina você toma a que tiver”, ressalta Josiane sobre os "sommeliers", como tem sido chamado pejorativamente os que fogem de uma determinada marca de vacina para se imunizar com outra, de preferência.

Caio diz que a pandemia tirou a liberdade da população (Foto: Kísie Ainoã)

O bancário Caio Oliveira, de 28 anos, tem o mesmo sentimento quanto à pandemia. “A liberdade, é isso que todo mundo perdeu. Para ele, quem deixa de se vacinar na procura de um imunizante que agrade mais está atrasando o processo de imunização coletiva. “É desnecessário escolher vacina, todas as vacinas são eficientes”.

Vale lembrar que, no Brasil, estão disponíveis os imunizantes da Janssen, Pfizer, Astrazeneca e Coronavac. Cada um tem suas especificidades, mas todos tiveram seu uso aprovados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) por cumprirem critérios técnicos de eficácia.

A jornalista Larissa Silva, de 23 anos, se vacinou hoje com dose única e garante que os planos de voltar à normalidade só acontecerão no ano que vem. “Fui a última da família a ser vacinada. Meus pais vacinaram com a segunda dose na semana passada, e daqui a 15 dias todos estaremos imunizados, mas não pretendo mudar a rotina".

A gente tem plano a longo prazo, de viajar ano que vem, pois muita gente já vai estar vacinada. Mas para esse ano vamos continuar em casa, saindo só para o essencial e sempre usando máscara”, afirma Larissa.

Prioridade - Também bancário, Richard Kruki, de 37 anos, relata que perdeu dois colegas de profissão por conta da covid-19 no mês passado e destaca que esse grupo tinha de ter sido inserido antes no calendário de vacinação. “Esperava que fosse antes. As agências da Caixa vivem cheias por causa do auxílio. Outros bancos têm o luxo de não atender tanta gente, mas nós não".

"Por isso, eu saio só para trabalhar e ir ao mercado. Esse é o novo normal, a gente tem que se adaptar. Minha esposa se vacinou logo no começo da vacinação, o que foi um alívio, e agora sou eu. Torço para ser vacinado, independentemente da vacina que tiver", diz Richard.

A jornalista Larissa Silva também reitera que sua categoria demorou a ser priorizada. "Demorou bastante para a gente da imprensa ser vacinado", comenta. Além disso, ela diz que estava disposta a tomar qualquer imunizante para ter uma garantia a mais na proteção contra a covid-19.

“Para mim, qualquer uma ia ser boa, mas me sinto sortuda de ter tomado a Janssen, apenas por ser de dose única. Mas acho sem noção esse povo que quer escolher. Todo mundo toma vacina há anos e isso nunca aconteceu. Ninguém nunca perguntou sobre vacina de tétano ou febre amarela", finaliza.

Neste domingo, vacinam profissionais da imprensa, do setor bancário, além de pessoas de 36 anos ou mais - todos com 1ª dose ou dose única. Estão abertos das 7h30 às 17h30 o drive-thru do Albano Franco, além do Guanandizão, para aqueles que estiverem a pé.



•  tanamidia navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 25/07/2021 03h06min
Rixa antiga acaba com homem ferido a garrafadas
Geral - 25/07/2021 03h05min
Traficante abandona moto com 22 tabletes de maconha em milharal
Geral - 25/07/2021 03h04min
Polícia Federal apreende mais de R$ 200 mil em cédulas na fronteira do Brasil com a Bolívia
Geral - 25/07/2021 02h02min
Caminhonete roubada no Paraná é recuperada em Dourados
Geral - 24/07/2021 18h13min
MS registra 547 casos novos e mais 14 mortes por Covid-19
Geral - 24/07/2021 17h12min
Homem morre atropelado em frente a mercado onde trabalhava e motorista foge
Geral - 24/07/2021 16h50min
Itaquiraí – Força Tática apreende mais de meia tonelada de maconha em barraco
Geral - 24/07/2021 16h09min
Lei de cotas para pessoas com deficiência completa 30 anos