14/06/2022 12h20min - Geral
2 semanas atrás

Bairro ganha 144 árvores para evitar que moradores “colham prejuízos"


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: Campo Grande NEWS


Com ação de conscientização no bairro Jardim Ouro Preto, a concessionária Energisa busca evitar que os moradores plantem árvores grandes demais nas calçadas e jardins e “colham prejuízos” futuramente. A empresa distribuiu mudas na praça durante a manhã de hoje (14), além de oferecer serviços de negociação de dívidas e cadastro na tarifa social, que seguem até às 15h.  Estão sendo plantadas 144 mudas de Ipê Mirim das cores amarelo, branco e roxo, além de outras espécies que não passam de cinco metros, como a Dama da Noite.  A ação vai até o fim do dia. Uma apresentação de teatro vai abordar o tema economia de energia, segurança e meio ambiente, a partir das 16h. Em seguida, haverá cinema com exibição do filme Rio. Árvores grandes demais  - Mais de 80% das ocorrências por falta de energia na Capital são motivadas por  árvores ou galhos que caem sobre a fiação. Em 2021, 315 mil clientes foram impactados devido essas ocorrências. Desde o início deste ano, 82 mil casas já ficaram sem energia. Isso é algo que pode ser evitado no futuro com o plantio de árvores menores que não atrapalhem os fios de energia.  O Jardim Ouro Preto é um dos bairros com maior número de ocorrências desse tipo, segundo o gerente de operação da Energisa, Fernando Corriadi. Em 2021, a concessionária recebeu 219 chamados por causa de árvores sobre os fios e 31 mil clientes ficaram sem energia. Em 2022, foram 66 ocorrências que afetaram o serviço em 3 mil casas.  “Em calçada onde tem rede elétrica devem ser plantadas árvores de pequeno porte com altura máxima de cinco metros, de forma que suas copas não interfiram na iluminação. Essas informações são fundamentais para que as pessoas não tenham prejuízo no futuro, porque plantam buscando uma sombra, um ambiente agradável, mas podem ter transtornos quando a árvore crescer”, explica Corriadi. Hoje, crianças do bairro ajudaram a plantar as mudas de espécies nativas do cerrado de baixa estatura na praça, que fica próximo a subestação de energia Campo Grande Lageado.  Elas fazem parte do projeto Instituto Jardim de Deus da Associação de Moradores do bairro, parceiro da Energisa na ação de hoje, conforme o presidente da associação, Márcio do Carmo Vieira Lima, de 46 anos. “O projeto atua com assistência social para mais de 70 crianças”, contou.  A ação parece ter feito efeito para quem colocou as mãos na terra para plantar. A estudante Isis Fernanda Pereira de Souza, de 11 anos, plantou uma muda. “No ano passado já plantei outra e acho legal, porque isso ajuda o meio ambiente”, disse. 

•  campo grande news •  navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 30/06/2022 23h56min
Traficante de Salvador é preso em MS com R$ 304 mil em maconha
Geral - 30/06/2022 23h55min
Índios levantam barracos em fazenda invadida após morte de guarani
Geral - 30/06/2022 23h55min
Estrela de festa, fogueira gigante é concluída após um mês de montagem
Geral - 30/06/2022 23h13min
Fortaleza sai na frente, mas termina duelo empatado em 1 a 1 com o Estudiantes
Geral - 30/06/2022 22h52min
Com três jogadores a menos, São Paulo derrota Universidad Católica
Geral - 30/06/2022 22h31min
Atlético-GO perde por 2 a 0 para o Olimpia e sai em desvantagem nas oitavas
Geral - 30/06/2022 22h10min
Quadra sai para 53 apostas de MS e "Mega" pode pagar R$ 43 milhões no sábado
Geral - 30/06/2022 21h49min
Mulher morre e duas pessoas ficam feridas após colisão de carreta em veículo