07/04/2022 07h45min - Geral
2 meses atrás

Cai pré-candidatura de Zeca do PT ao governo de Mato Grosso do Sul


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: Naviraí Notícias


O ex-governador de Mato Grosso do Sul José Orcírio dos Santos, o Zeca do PT (1999-2006), 72, não é mais o pré-candidato ao governo nas eleições de outubro. "Por razões pessoais", informou o comando da legenda, em comunicado distribuído à imprensa na manhã desta quarta (6).

A renúncia à candidatura não quer dizer que Zeca está fora da eleição: ele já informou que pode entrar na briga por uma vaga de "deputado", não especificando se estadual ou federal.

O PT comunicou, também, que a sigla debate nesta semana a possibilidade de lançar outro nome para a disputa. A sigla, contudo, nada revelou sobre as eventuais questões pessoais enfrentadas por Zeca. A reportagem conversar com ele, mas o ex-governador estaria participando de uma reunião pela manhã.

"A Executiva Estadual do PT, reunida nesta terça-feira (5), foi informada que o Ex-governador Zeca do PT, por razões pessoais, está retirando sua pré-candidatura ao Governo do Mato Grosso do Sul. 

Diante disso, essa Executiva informa, que ouvindo todas as forças políticas internas do PT, irá nos próximos dias apresentar uma nova pré-candidatura ao Governo Estadual", informou a nota petista.

Especula-se entre os petistas da ala jovem que Tiago Botelho, 38, advogado, professor de Direito da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), historiador, doutor em direito sociambiental e pós-doutor em democracia, possa aparecer como substituto de Zeca.

Até agora, Botelho, entre os petistas, é pré-candidato ao Senado. A chefia da sigla ainda não confirmou a opção de Botelho como pré-candidato ao governo.

Ainda conforme o comunicado petista, "durante os últimos meses, conseguimos construir chapas representativas para Deputadas e Deputados Estaduais e Federais, temos três pré-candidaturas ao Senado, iniciamos a elaboração do nosso Programa de Governo, e estamos num forte processo de mobilização com os nossos encontros regionais e a criação dos comitês populares de luta e resistência, demonstrando a força e a disposição da nossa militância.

Narra ainda que "a necessidade de uma aliança no campo progressista, democrático e de esquerda, para garantirmos um palanque forte para o nosso projeto nacional, liderado pelo ex-presidente Lula, atual pré-candidato a presidência da republica pelo PT".

Por fim, o PT garante que "irá apresentar uma pré-candidatura ao Governo do Estado, que será construída com diálogo e serenidade, sabendo da nossa responsabilidade em contribuir para o fim do retrocesso por qual passa o nosso País e também de apresentarmos novamente um projeto inovador, popular e democrático para o Mato Grosso do Sul".

Com a saída de Zeca, restam, agora, cinco pré-candidatos de olho na sucessão do governador Reinaldo Azambuja, do PSDB: Marquinhos Trad, do PSD, André Puccinelli, do MDB, Eduardo Riedel, do PSDB, Rose Modesto, do União Brasil. Capitão Contar, do PRTB, afirmou que deseja também concorrer, mas seu partido ainda não confirmou nada. (Com informações Jornal Correio do Estado).

 

Fonte: Jornal Correio do Estado

•  navirai noticias •   site •   naviraí


Últimas Notícias
Geral - 22/05/2022 19h05min
A caminho de concurso, candidato é surpreendido por incêndio em carro
Geral - 22/05/2022 18h43min
Homem ateia fogo em barracos com mulher dentro e esfaqueia rapaz na BR-163
Geral - 22/05/2022 18h15min
PMA apreende dois veículos com cigarros, narguilé e cigarro eletrônicos
Geral - 22/05/2022 18h15min
Mega-Sena acumula e próximo sorteio deve pagar R$ 65 milhões
Geral - 22/05/2022 18h15min
Verstappen vence GP da Espanha superando problemas
Geral - 22/05/2022 17h42min
Cachorro cai em córrego na Ernesto Geisel e bombeiros são acionados
Geral - 22/05/2022 16h26min
Vídeo: PM flagra condutor de BMW realizando “cavalo-de-pau” na Afonso Pena
Geral - 22/05/2022 15h25min
Cortejo fúnebre de Acevedo percorrerá as cidades de Pedro Juan e Ponta Porã