30/07/2022 14h06min - Geral
1 semana atrás

Com jornada por amores, livro joga luzes sobre a fratricida Guerra do Chaco


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: Campo Grande NEWS


O conflito entre Bolívia e Paraguai, que se estendeu de 1932 a 1935, ganha luzes no livro “Aposto que você nem sabia do namoro dela com um ex-combatente da Guerra do Chaco”, do jornalista e escritor Luiz Taques.  O plano inicial era de enredo integralmente dedicado a maior guerra na América do Sul do século XX. Mas Dolores, a personagem central, se fez imperativa.  A protagonista de olhos verdes, boca vermelha e unhas esmaltadas se impõe na narrativa. Na primeira etapa do livro, percorremos ao seu lado por uma jornada de afetos.  A fictícia Dolores se transmuta então nas suas companheiras de carne e osso: vive, ama, perde, ri, chora. Ela encara uma sociedade frontalmente machista, sempre disposta a pôr o dedo em riste diante da mulher que é dona de sua história.   Os amores de Dolores nos levam a Ramiro, o ex-combatente da Guerra do Chaco. Um conflito que, apesar de ser um embate fratricida entre países vizinhos a Mato Grosso do Sul, se esmaeceu no tempo, mas não na carnificina: foram 60 mil bolivianos e 30 mil paraguaios mortos. Parte do território boliviano foi anexada ao Paraguai.  Vindo de Assunção, Ramiro tinha nos olhos castanhos o desalento de quem mirou o horror. A pedido de Dolores, o casal embarca no Trem da Morte. Na Bolívia, os ex-combatentes da Guerra do Chaco são os beneméritos. No Paraguai, levam a alcunha de heróis.   Na geografia particular, dentro de si, desfilam homens mutilados, a febre dos companheiros enlouquecidos, a vida a preço de um cantil de água. Haverá ainda nessa jornada, uma última viagem que se finda em um termo definitivo: rohayhu (eu te amo, em guarani).    Com edição bilíngue, o livro “Aposto que você nem sabia do namoro dela com um ex-combatente da Guerra do Chaco”, da editora Maria Petrona, será lançado no dia 6 de agosto, em Corumbá. A data é alusiva ao Dia da Independência da Bolívia.  Luiz Taques nasceu em Corumbá e é autor de “A história de Zé Vida de Barraca (novela infanto-juvenil, 1997), “Bebinho, Mamadinho e o velório de Bafo de Alho” (contos, 2008) e “Um Rio, Uma Guerra (romance, 2016).  Repórter experiente, Taques recebeu, em 1990, prêmio da Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas) por reportagem sobre tortura em delegacias. No ano de 1991, reportagem sobre escravidão em carvoarias recebeu o Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos.   “Aposto que você nem sabia do namoro dela com um ex-combatente da Guerra do Chaco” tem tradução de Ahmad Schabib Hany, que nasceu em Cochabamba (Bolívia), reside em Corumbá e é formado em História.   O evento será na praça Nossa Senhora Urkupiña (antiga feirinha Brasbol), das 17h às 22h. Acompanhe o  Lado B no Instagram @ladobcgoficia l, Facebook e Twitter . Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 ( chame aqui) .

•  campo grande news •  navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 07/08/2022 14h33min
Eleições 2022 mantém maioria do eleitorado feminina, com 53%
Geral - 07/08/2022 13h56min
Fernando Rufino garante medalha de prata no Mundial de Canoagem
Geral - 07/08/2022 13h50min
Ministério lança campanha de combate à violência contra a mulher
Geral - 07/08/2022 13h45min
Energisa e Prefeitura fazem ações educativas de uso racional de energia
Geral - 07/08/2022 13h33min
Stefanini sofre acidente quando realizava 6ª volta no Estadual de Kart
Geral - 07/08/2022 13h33min
Jornalista divulga pesquisa sobre filho bastardo do imperador Pedro I
Geral - 07/08/2022 12h58min
Umbandista desde pequeno, Henrique decidiu restaurar monumento do Preto Velho
Geral - 07/08/2022 12h57min
Onça nunca esteve tão em alta e vai estampar até o uniforme da Seleção