21/06/2022 06h57min - Geral
1 semana atrás

Consórcio e prefeitura vão acionar Justiça para paralisar greve de motoristas


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: Campo Grande NEWS


Funcionários do transporte coletivo anunciaram a paralisação dos serviços de surpresa nesta terça-feira (21). Além da população em geral, o Consórcio Guaicurus também não foi avisado sobre a greve e agora pretende acionar a justiça. "Tava em casa tranquilo, quando me avisaram achei que seria só um alerta, não uma paralisação geral. Essa greve não pode ser assim, do jeito que estão fazendo. Tem que comunicar 48h antes, fazer uma assembleia, comunicar a população e os órgãos públicos. Vamos entrar com medida judicial e estamos correndo atrás para conseguir fazer o pagamento dos funcionários", disse Robson Luis Strengari, diretor-executivo do Consórcio Guaicurus. Robson explicou ainda que o pagamento do vale, referente a 40% do salários dos trabalhadores, deveria ter sido realizado nesta segunda-feira, mas o consórcio não tem condições financeiras. A falta do pagamento foi o que motivou a paralisação. "Estamos correndo atrás para conseguir fazer o pagamento, temos tentando dinheiro com os banco. Estamos sem limite, mas vamos tentar novamente e acionar de novo a prefeitura. Só de óleo diesel estamos pagando um milhão e setecentos mil reais por mês", explica Robson. O diretor-presidente da Agereg (Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos), Odilon de Oliveira Júnior, afirmou que já havia uma reunião marcada para hoje entre prefeitura e consórcio para achar uma solução. “A prefeitura tem feito tripa coração. Fizemos o reajuste contratual no começo do ano. Fizemos algumas alterações técnicas para fortalecer o sistema. Começamos a pagar as gratuidades. Isso dá quase R$ 1 milhão. Com esse aumento do diesel desequilibrou tudo”, reclama. Segundo Odilon, a prefeitura também deve judicializar a situação. “A greve tem que ser precedida por meios legais, comunicação prévia, deliberação de assembleia”, comentou. O Campo Grande News tentou contato com o procurador-geral do município, Alexandre Ávalo, mas ele não atendeu as ligações. De acordo com Demétrio Freitas, presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Coletivo, nenhum ônibus vai rodar em Campo Grande nesta terça-feira. A greve vai durar por tempo indeterminado, até que seja realizado o pagamento dos funcionários. "Se pagarem hoje, a gente volta amanhã, se pagarem amanhã a gente volta na quinta", disse Demétrio.

•  campo grande news •  navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 30/06/2022 23h56min
Traficante de Salvador é preso em MS com R$ 304 mil em maconha
Geral - 30/06/2022 23h55min
Índios levantam barracos em fazenda invadida após morte de guarani
Geral - 30/06/2022 23h55min
Estrela de festa, fogueira gigante é concluída após um mês de montagem
Geral - 30/06/2022 23h13min
Fortaleza sai na frente, mas termina duelo empatado em 1 a 1 com o Estudiantes
Geral - 30/06/2022 22h52min
Com três jogadores a menos, São Paulo derrota Universidad Católica
Geral - 30/06/2022 22h31min
Atlético-GO perde por 2 a 0 para o Olimpia e sai em desvantagem nas oitavas
Geral - 30/06/2022 22h10min
Quadra sai para 53 apostas de MS e "Mega" pode pagar R$ 43 milhões no sábado
Geral - 30/06/2022 21h49min
Mulher morre e duas pessoas ficam feridas após colisão de carreta em veículo