29/07/2022 17h52min - Geral
1 semana atrás

Conta de luz continua com bandeira verde no mês de agosto


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: Campo Grande NEWS


As contas de energia elétrica continuarão com a bandeira verde em vigência no mês de agosto, ou seja, sem taxas adicionais. O anúncio foi feito pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) nesta sexta-feira (29). De acordo com a agência, as condições de geração de energia elétrica nas usinas hidrelétricas estão favoráveis e não será necessário acionar usinas mais caras. A bandeira verde já está em vigência desde o mês de abril . As bandeiras tarifárias foram criadas pela Aneel em 2015, como forma de sinalizar para os consumidores o custo real da energia gerada nas hidrelétricas e alertar se a conta ficará mais cara ou não. Quando a bandeira verde está em vigência, o valor da conta não sofre qualquer acréscimo. Quando aplicada a bandeira amarela, a conta sofre acréscimo de até R$ 2,989 a cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos. Já na vermelha, há aumento de até R$ 9,795 por 100 kWh. Desde que as bandeiras foram criadas, elas geraram uma economia de R$ 4 bilhões aos consumidores de todo o país, porque evitam a incidência de juros sobre os custos de geração nos momentos menos favoráveis.

•  campo grande news •  navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 07/08/2022 15h24min
Acadêmia Brasileira de Letras reabre bibliotecas para o público
Geral - 07/08/2022 15h09min
Lei Maria da Penha completa 16 anos neste domingo
Geral - 07/08/2022 15h03min
Caminhoneiros começam a receber benefício emergencial nesta terça
Geral - 07/08/2022 15h00min
Naviraí fará 2º Cross Triathlon da Independência no dia 18 de Setembro
Geral - 07/08/2022 15h00min
Prefeitura promoveu palestra sobre inserção no mundo do trabalho
Geral - 07/08/2022 14h38min
Capital terá vacina contra a pólio em 72 locais
Geral - 07/08/2022 14h38min
Campanha contra a pólio e multivacinação de adolescentes começam amanhã
Geral - 07/08/2022 14h33min
Eleições 2022 mantém maioria do eleitorado feminina, com 53%