05/05/2021 12h07min - Geral
1 mês atrás

Defron recupera máquina agrícola furtada


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: SulNews


Na tarde de segunda-feira, a Defron (Delegacia de Repreensão de Crimes de Fronteira (Defron) recuperou na Aldeia Bororó, em Dourados, um trator furtado no ano de 2018, em Maracaju, por uma associação criminosa cujo líder encontra-se preso em razão da Operação Big Fish, deflagrada pela Polícia Civil neste ano.  Durante a atuação policial, o indivíduo que se encontrava na posse do trator alegou que adquiriu a máquina agrícola há cerca de três anos do líder da associação criminosa, que, na ocasião, disse que estava vendendo o bem por um valor abaixo do mercado (aproximadamente R$ 40 mil), em razão de tê-lo "pego em uma dívida". Somente neste ano a Defron recuperou três camionetes e vários implementos agrícolas subtraídos pela associação criminosa, cujo líder responde por 16 ações penais pela prática de furtos contra, em sua grande maioria, propriedade rurais, além de vários inquéritos policiais.  O indivíduo que estava na posse do trator furtado foi indiciado pela prática de receptação. Cópia do Inquérito em trâmite na Defron será encaminhado para a Delegacia de polícia Civil em Maracaju, com a finalidade de ser apurada a prática do furto.

•  sulnews •   noticias •   site •   naviraí


Últimas Notícias
Geral - 14/06/2021 19h55min
MUNDO NOVO: Nesta terça (15) vence IPTU com desconto de 20%
Geral - 14/06/2021 19h45min
PMA aprende armadilhas de caça para captura de animais silvestres
Geral - 14/06/2021 18h11min
Colega que esfaqueou outro em briga disse que levou tapa na cara
Geral - 14/06/2021 17h07min
Foragido da Justiça é preso com mais de 300kg de drogas
Geral - 14/06/2021 16h07min
Primeiro dia útil pós lockdown tem filas e ruas movimentadas
Geral - 14/06/2021 16h03min
Saca do milho dobra de preço em Mato Grosso do Sul
Geral - 14/06/2021 15h40min
Ciclista morre após acidente com caminhão
Geral - 14/06/2021 15h06min
Festa em cassino na fronteira tem aglomeração como se “não existisse pandemia”