09/06/2022 08h42min - Geral
4 semanas atrás

DOF apreende mais de dez quilos de skunk dentro de bebedouro de água


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: TaNaMídia Naviraí


O DOF (Departamento de Operações de Fronteira) apreendeu na MS-164, zona rural de Ponta Porã, mais de dez quilos de skunk sendo transportadas dentro de um bebedouro de água.

Os policiais realizavam patrulhamento na rodovia quando abordaram uma Van de transportes de mercadoria. Durante fiscalização os policiais localizaram uma caixa com um bebedouro. O material apresentava peso superior ao do produto, o que chamou atenção dos policiais.

Durante busca minuciosa os policiais encontraram dentro do bebedouro vários pacotes de skunk que após a pesagem totalizaram 10.4 quilos do entorpecente. O condutor do veículo disse que pegou a encomenda em uma empresa em Ponta Porã e que destino final seria Campo Grande, apresentando os documentos para embarque e retirada.

O material apreendido, avaliado em mais de R$ 104 mil foi encaminhado à Delegacia da Polícia Civil de Ponta Porã. A ação envolvendo os policiais do DOF aconteceu dentro da Operação Hórus, parceria da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública com o Ministério da Justiça e Segurança Pública.



•  tanamidia navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 06/07/2022 11h01min
“Prévia” do orçamento estadual de 2023 é aprovado e segue para sanção
Geral - 06/07/2022 10h59min
Covid-19: vacinação com a quarta dose no Rio não chega a 40%
Geral - 06/07/2022 10h52min
Com leite e manteiga em alta, cesta básica encarece 24% na Capital em um ano
Geral - 06/07/2022 10h48min
MEC divulga hoje resultado de 2ª edição do Sisu 2022
Geral - 06/07/2022 10h45min
Mulher que morreu depois de colidir em anta tinha 27 anos
Geral - 06/07/2022 10h36min
Polícia acredita que enfermeiro ferido em academia era o alvo de atirador
Geral - 06/07/2022 10h34min
"Que sono pesado", diz juiz a réu que alegou dormir durante assassinato em cela
Geral - 06/07/2022 10h34min
Capital paulista quer inclusão dos acima 35 anos para dose adicional