09/03/2021 09h13min - Geral
1 mês atrás

Em duas semanas, Paraguai destrói mais droga do que MS apreendeu nos últimos dois anos


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: TaNaMídia Naviraí


A mega operação do Paraguai contra o narcotráfico e que teve apoio do Brasil, destruiu em duas semanas uma quantidade de maconha maior do que toda droga apreendida em Mato Grosso do Sul entre os anos de 2019 e 2020. O estado, é a principal entrada da maconha no país.

Segundo dados divulgados ontem, segunda-feira (8) pela Secretaria Nacional de Antidrogas do Paraguai (Senad), mostram que o país destruiu por meio da operação batizada como Nova Aliança, 1,5 mil tonelada de maconha, contra 1,1 mil toneladas das principais drogas apreendidas em todo o estado nos últimos dois anos.

Ainda de acordo com Senad, em 15 dias, foram destruídas 525 hectares de plantações de maconha e 18, 3 mil quilos da droga pronta para ser traficada foram queimadas. Não houve registro de presos e 97 acampamentos do narcotráfico foram fechados. O prejuízo para as organizações criminosas foi estimado em 47,8 milhões de dólares. Conforme a secretaria, 80% de toda maconha produzida no Paraguai é destinada para o Brasil. A mega operação contou com 4 helicópteros e 170 policiais dos dois países. Agentes especiais do órgão e também da Polícia Federal do Brasil, foram à campo em busca das produções de maconha no Departamento (Estado) de Amambay, localizado na região norte do Paraguai, principal região produtora da droga no país.

Em 2020, a Senad e o Ministério Público do Paraguai destruíram mais 8 pistas de pouso e decolagem clandestinas usadas por traficantes no departamento de Amambay. Uma deles ficava a apenas 15 km de Ponta Porã (MS).

A secretaria ainda informou que essas pistas são consideradas pontos estratégicos de traficantes que transportam maconha e cocaína da Bolívia e da Colômbia e depois enviam para o Brasil. A operação segue por tempo indeterminado.

Apreensão recorde em MS

 

No dia 18 de fevereiro deste ano, o Departamento de Operações de Fronteira (DOF) fez a maior apreensão de droga do ano de Mato Grosso do Sul. O flagrante foi na MS-386, entre os municípios de Amambai e Ponta Porã, região de fronteira com o Paraguai.

Segundo o DOF, quase 21 toneladas de maconha, estavam escondidas em uma carga de milho, em uma scania que estava acoplado a um semirreboque.

Conforme a ocorrência, os militares deram ordem de parada ao condutor da carreta, que disse transportar cerca de 32 toneladas de milho. Os policiais desconfiaram do excesso de nervosismo do motorista e realizaram uma vistoria na carga, onde localizaram a presença dos fardos prensados do entorpecente.

Segundo a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), nos dois primeiros meses deste ano foram apreendidos 104 toneladas de drogas em Mato Grosso do Sul. Um crescimento de 211 %, se comparar com o mesmo período de ano de 2020, quando foram apreendidos 33,6 toneladas.



•  tanamidia navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 18/04/2021 18h35min
Demanda por leitos de UTI para Covid permanece alta em MS
Geral - 18/04/2021 17h15min
STALKING: Saiba o que é e como se defender: prática agora é crime
Geral - 18/04/2021 14h15min
PMA prende e autua homens pescando com tarrafas e apreende pescado
Geral - 18/04/2021 14h15min
Bolão com cinco apostadores leva R$ 40 milhões da Mega-Sena
Geral - 18/04/2021 14h10min
Verstappen vence corrida caótica em Ímola e dá o troco em Hamilton
Geral - 18/04/2021 10h45min
Ivinhema registra mais três óbitos em decorrência da Covid-19
Geral - 18/04/2021 10h00min
Homem morre vitimado em grave acidente
Geral - 18/04/2021 09h54min
DOF apreende mais de 11 toneladas de maconha e prende três por tráfico