14/07/2022 16h27min - Geral
4 semanas atrás

Fitch eleva perspectiva da nota do Brasil de negativa para estável


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: Agência Brasil


A agência de classificação de risco Fitch elevou de negativa para estável a perspectiva da nota da dívida pública brasileira. A decisão foi divulgada na tarde desta quinta-feira (14) e significa que a agência não pretende mudar a nota do país nos próximos meses ou anos. Em maio de 2020, pouco após o início da pandemia de covid-19, a Fitch mantinha o Brasil com perspectiva negativa. Atualmente, a agência concede nota BB- para o país, três níveis abaixo do grau de investimento, garantia de que o país não corre risco de dar calote na dívida pública. Em comunicado, a Fitch informou que a decisão “reflete a evolução melhor do que a esperada das finanças públicas em meio aos sucessivos choques dos últimos anos, desde que atribuímos a perspectiva negativa em maio de 2020”. Isso porque, após o gasto recorde do governo em 2020, as contas públicas melhoraram em 2021 e 2022. A agência de classificação de risco destacou que, em 2021, o Brasil registrou o primeiro superávit primário (economia de recursos para pagar os juros da dívida pública) desde 2013, nos critérios do Banco Central. No ano passado, o setor público consolidado (União, estados, municípios e estatais) obteve superávit primário de 0,75% do Produto Interno Bruto (PIB). A Fitch também projeta queda no endividamento do governo em 2022. Segundo a agência, a relação entre a Dívida Bruta do Governo Geral e o PIB deverá encerrar o ano em 78,8%, depois de ficar em 80,3% no ano passado e atingir o nível recorde de 88,6% em 2020 por causa dos gastos com a pandemia de covid-19. Apesar da evolução recente, a Fitch destacou que a melhora nas contas públicas ocorreu no curto prazo. Para o processo ser sustentável, a agência recomenda a aprovação de reformas estruturais na economia brasileira. Em comunicado, o Ministério da Economia informou que “reafirma seu comprometimento com a consolidação fiscal necessária para a continuidade do cenário da recuperação econômica”. A última vez em que a Fitch tinha rebaixado a nota brasileira tinha sido em fevereiro de 2018, quando a classificação do país foi reduzida para três níveis abaixo do grau de investimento. Essa é mesma nota concedida pela Standard & Poor’s (S&P), outra das principais agências de classificação de risco. A Moody’s classifica o país dois níveis abaixo do grau de investimento <https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2022-04/moodys-mantem-nota-da-divida-do-governo-brasileiro>. Tanto a S&P como a Moody’s atribuem perspectiva estável à nota da dívida brasileira. Apenas a Fitch mantinha a perspectiva negativa até agora.

 



•  campo grande news •  navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 11/08/2022 23h59min
Madrasta agredida nos olhos a tesouradas recebe alta e enteado é levado para o presídio
Geral - 11/08/2022 23h59min
Motorista é preso com R$ 10,6 milhões de maconha em carga de tijolos
Geral - 11/08/2022 23h57min
Rapaz que morreu após perseguição transportava quase 400kg de maconha no veículo
Geral - 11/08/2022 23h38min
Rastreador leva PM à "boca de fumo" e cinco são presos 730 papelotes de cocaína
Geral - 11/08/2022 23h17min
Fifa antecipa início da Copa do Mundo para 20 de novembro
Geral - 11/08/2022 22h56min
Com 50 vagas, curso gratuito de açougueiro está com inscrições abertas
Geral - 11/08/2022 22h34min
Libertadores: Vitor Roque decide e Athletico-PR está na semifinal
Geral - 11/08/2022 22h13min
Suspeitos de assalto, homens são presos após trocarem tiros com policiais