13/07/2021 11h28min - Geral
4 meses atrás

Governo decreta emergência por estiagem e incêndios florestais


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: TaNaMídia Naviraí


O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) expediu dois decretos no Diário Oficial desta terça-feira (13) para situação de emergência em todo o Mato Grosso do Sul, pelo prazo de 180 dias, em decorrência da estiagem e de incêndios florestais. 

Por meio do Decreto “E” nº 79, de 12 de julho de 2021, ele estabeleceu a mobilização de todos os órgãos estaduais para atuarem, sob a coordenação da CEDEC/MS (Coordenadoria Estadual de Defesa Civil), nas ações de resposta ao desastre, reabilitação do cenário e reconstrução.

Para isso, o chefe do Executivo autorizou a convocação de voluntários para reforçar as ações de resposta ao desastre e a realização de campanhas de arrecadação de recursos perante a comunidade, com o objetivo de facilitar as ações de assistência à população afetada pelo desastre, sob a coordenação da CEDEC/MS.

Propriedade particular

A norma define que “em caso de risco iminente, as autoridades administrativas e demais agentes públicos designados para as ações específicas, diretamente, responsáveis pelas ações de resposta aos desastres, ficam autorizadas, com fundamento nos incisos XI e XXV do art. 5º da Constituição Federal”, a penetrar nas casas, para prestar socorro ou para determinar a pronta evacuação, e usar de propriedade particular, no caso de iminente perigo público, assegurada ao proprietário indenização ulterior, se houver dano.

Também foi feito alerta para responsabilização de agente da Defesa Civil ou a autoridade administrativa que se omitir de suas obrigações, relacionadas com a segurança global da população. 

O decreto estadual ainda dispensa de licitação os contratos de aquisição de bens necessários às atividades de resposta ao desastre, de prestação de serviços e de obras relacionadas com a reabilitação dos cenários dos desastres, desde que possam ser concluídas no prazo máximo de 180 dias consecutivos e ininterruptos, contados a partir da caracterização do desastre, vedada a prorrogação dos vínculos contratuais. 

Focos de calor

Para decretar situação de emergência por incêndios florestais, o governo estadual justificou que os 79 municípios “foram atingidos por grave estiagem e ainda sofrem as consequências desta e de outros fatores antrópicos que têm provocado incêndios florestais e urbanos em grande parte do território sul-mato-grossense”. 



•  tanamidia navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 22/10/2021 01h17min
Polícia prende assaltante que esfaqueou dono de motel durante roubo
Geral - 22/10/2021 00h20min
Naviraiense contrata dez jogadores
Geral - 21/10/2021 18h21min
Operação conjunta apreende 500 kg de fios de cobre avaliados em R$ 100 mil
Geral - 21/10/2021 17h24min
Denúncia aponta que PMs falsificaram relatório para ficar com muamba apreendida em MS
Geral - 21/10/2021 17h24min
Suspeito de assassinar jovem por dívida de R$ 100 é preso em Corumbá
Geral - 21/10/2021 17h15min
Começa neste fim de semana o mata-mata da Liga Nacional
Geral - 21/10/2021 16h31min
Atlético Naviraí joga final nesta sexta-feira
Geral - 21/10/2021 16h22min
GM prende jovem com cocaína em Dourados