28/07/2022 18h15min - Geral
2 semanas atrás

Instituto Moinho recebe músicos da Orquestra Sinfônica Brasileira


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: Campo Grande NEWS


Integrantes da Orquestra Sinfônica Brasileira estiveram em solo sul-mato-grossense durante o mês de julho. Os músicos vieram ministrar aula no Instituto Moinho Cultural Sul-Americano por meio do projeto Conexões Musicais, que tem oferecido aprimoramento aos alunos do Programa Vale Música, do Moinho Cultural. O encontro foi realizado após dois anos de aulas virtuais. Além de aprimorar a técnica instrumental, a prática de concerto e a interpretação de diferentes estilos. "É minha primeira vez em Corumbá, nesta parceria da OSB com o Instituto Moinho Cultural Sul-Americano. Comecei meus estudos musicais em um projeto parecido, em São Paulo, nos anos 90. Ao mesmo tempo que vejo essas crianças aprendendo, passa um filme na minha cabeça, porque já fui uma criança de projeto. Está sendo muito emocionante relembrar tudo isso. Estou encantado com o prédio, a estrutura, a disciplina dos alunos", afirmou o professor de viola e integrante da OSB, Victor Botene. A troca de experiência não vai se resumir somente a isso. Alunos do Moinho também vão desbravar terras cariocas até o final deste ano e em dezembro participam do concerto de encerramento no Rio de Janeiro com participação de pessoas de todo o Brasil. O Instituto Cultural Vale parte do princípio de que viver a cultura possibilita. São mais de 300 projetos criados, apoiados ou patrocinados em 24 estados e no Distrito Federal em execução em 2022. Já o Programa Vale Música é um projeto autoral do Instituto Cultural Vale. O programa é uma rede colaborativa de ensino e aprendizagem entre estudantes de polos musicais em quatro estados - Pará, Espírito Santo, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul - e profissionais das maiores orquestras do país. Ao todo, envolve cerca de 250 profissionais e mais de 1.000 alunos em intercâmbios, aulas e residências artísticas. O Instituto Moinho Cultural Sul-Americano (IMC), inaugurado em 2004, em Corumbá/MS, tem como meta ser reconhecido pela excelência das metodologias de promoção de desenvolvimento de crianças e adolescentes em região de fronteira, através do acesso a bens culturais e do fortalecimento da qualidade da educação formal. O projeto inclui e interage socialmente 360 crianças e adolescentes de Corumbá, Ladário e das cidades fronteiriças de Puerto Suarez e Puerto Quijarro, sendo que nesta última, 40 crianças bolivianas entre 06 e 18 anos em situação de vulnerabilidade socioeconômica que fazem parte do Sistema Moinho.

•  campo grande news •  navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 09/08/2022 18h21min
CNJ divulga lista com os maiores litigantes da Justiça
Geral - 09/08/2022 18h03min
CNJ lança formulário sobre violência contra comunidade LGBTQIA+
Geral - 09/08/2022 17h51min
STF marca nova audiência sobre disputa por Fernando de Noronha
Geral - 09/08/2022 17h45min
Batata ficou 58% mais barata, mas leite continua "pesando no bolso"
Geral - 09/08/2022 17h45min
Batata está 58% mais barata, mas leite continua "pesando no bolso"
Geral - 09/08/2022 17h28min
Construir em MS fica mais caro e chega ao custo médio de R$ 1,6 mil por m², diz IBGE
Geral - 09/08/2022 17h27min
Brasil registra 365 mortes e 30,2 mil casos de covid-19 em 24 horas
Geral - 09/08/2022 17h26min
Juiz decreta prisão de lutador de MMA flagrado com 46 quilos de cocaína