21/04/2021 10h45min - Geral
3 semanas atrás

Juiz resolve manter Fahd Jamil preso no Garras


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: SulNews


CAMPO GRANDE NEWS Cerca de 30 horas depois de apresentar-se à Polícia Civil nesta segunda-feira (19), em Campo Grande, vindo não se sabe exatamente de onde em avião particular, após 10 meses foragido, o homem que já foi um dos mais poderosos em Mato Grosso do Sul, Fahd Jamil Georges, 79 anos, teve a prisão preventiva mantida pelo juiz Roberto Ferreira Filho, da 1ª Vara Criminal.  Ele vai ficar no Garras, onde dormiu esta noite, até que o magistrado avalie pedido de providências específico para conceder prisão domiciliar. Não há prazo para isso, mas pode durar em torno de 10 dias, conforme apurado pelo Campo Grande News.  A decisão foi tomada durante audiência de custódia feita por videoconferência, com o réu em sala do Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros), o juiz no fórum e dois advogados cada um seus escritórios, em São Paulo e em Campo Grande. Durante a audiência, os defensores apresentaram pedido de prisão domiciliar, alegando a  saúde frágil do cliente, a caminho dos 80 anos, a serem completados em junho deste ano. O magistrado, então, decidiu que a prisão cumpre os requisitos legais e deve ser mantida, determinou que o preso seja mantido no Garras, por questões de segurança, e que uma perícia médica oficial constante se ele tem condições de continuar encarcerado. A partir daí, serão solicitadas informações das autoridades para saber que unidade tem condições de abrigar o réu. Só depois disso, Roberto Ferreira Filho vai se manifestar sobre o pedido dos advogados. PIOR No começo da tarde, quando chegou na sede do Garras, o advogado André Borges disse ter conversado com o representado brevemente,  em espaço diferente da cela onde ele está desde que se se entregou. Afirmou que "Fuad" piorou de ontem (segunda-feira) para hoje (terça-feira).  Disse até que se confundiu com o tempo. "Falou que está aqui há três dias já", exemplificou. A cela onde foi colocado fica aos fundos do prédio da delegacia, em espécie de edícula. Para dormir, o preso tem a disposição colchão novo levado ontem no fim da tarde. O sanitário é do tipo “boi”, rende ao chão. Ele estava sozinho. O exame de corpo de delito dele, providência obrigatória, foi feito na unidade policial, situação excepcional, já que normalmente o preso vai ao Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal). Quem assina o documento é o chefe do órgão, o médico Silvio Lemos. 

•  sulnews •   noticias •   site •   naviraí


Últimas Notícias
Geral - 09/05/2021 17h11min
Com 38 novos óbitos em 24h, MS passa das 6 mil mortes por Covid-19
Geral - 09/05/2021 13h34min
Homem é assaltado enquanto dormia em caminhão
Geral - 09/05/2021 13h29min
Casal é preso após ser flagrado com drogas para interno
Geral - 09/05/2021 13h24min
Homem suspeita estar com Covid e seis dias depois é encontrado morto dentro de casa em MS
Geral - 09/05/2021 13h23min
Candidatos realizam prova de concurso da PRF neste domingo em sete locais em MS
Geral - 09/05/2021 11h30min
Naviraí-PMA surpreende caçadores e apreende armas e munições escondidas no compartimento do motor de veículo
Geral - 09/05/2021 10h18min
Pandemia não impede a mãe de voltar para sala de aula com a filha
Geral - 09/05/2021 10h09min
Indígenas denunciam o sumiço de 1,3 mil doses de vacina contra covid-19