16/07/2021 11h08min - Geral
1 semana atrás

Lotesul renasce em mercado que arrecada quase R$ 70 bilhões


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: SulNews


NYELDER RODRIGUES Um setor com arrecadação nominal superior de R$ 61,5 bilhões em apenas quatro anos e que apenas no primeiro semestre de 2021 rende R$ 6,7 bilhões para os cofres federais. É diante desses números que vários estados querem uma fatia desse bolo e querem ressuscitar suas loterias estaduais - Mato Grosso do Sul é um deles.  De 2017 em diante, são mais de R$ 68 bilhões arrecadados com as loterias no Brasil, atividade restrita apenas a União até o Supremo Tribunal Federal (STF) derrubar em setembro do ano passado o monopólio federal, fazendo assim com que os Estados também possam ter suas próprias loterias locais.  Os números acima citados constam no Boletim Secap (Secretaria de Avaliação, Planejamento, Energia e Loteria), do Ministério da Economia, e mostram todo o potencial que as loterias tem para incrementar a arrecadação pública. Apenas a Mega-Sena, a mais popular das loterias, foi responsável por R$ 7,2 bilhões em 2019, outros R$ 6,9 bilhões em 2020 e agora em 2021 já corresponde a 2,1 bi - aparecendo apenas nesse ano atrás da Lotofácil, que chega já aos R$ 2,3 bi. Estados que mesmo com o veto federal encontraram brechas para seguir com loterias em atividade, casos de Minas Gerais e Rio de Janeiro. Em solo mineiro, a "jogatina" rendeu em 2017 a quantia de R$ 21,4 milhões aos cofres estaduais, enquanto para os cariocas a famosa Loterj foi mais longe e garantiu cerca de R$ 200 milhões. ENGATINHANDO NO MS A famosa "fezinha" é um hábito brasileiro que rendeu nominalmente quase 70 bilhões de reais de 2017 para cá (FOTO - HENRIQUE KAWAMINAMI) Os números promissores chamam a atenção e fizeram com que Mato Grosso do Sul comece a planejar o retorno de sua própria loteria: a Lotesul, extinta há 15 anos e que deve voltar para incrementar a renda estadual. Contudo, por ora, a questão ainda é tratando como um projeto em estágio inicial e sequer ainda possui projeções de arrecadação, conforme explica o chefe da Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda, Felipe Mattos. A pasta é que será responsável pela loteria. "É difícil falar em valores, pois estamos tratando de uma loteria desativada há muitos anos. São quase 20 anos já. Não dá para prever quantas pessoas vão jogar. Hoje, o parâmetro que temos é olhar esses outros estados", explica. No Rio Grande do Sul, onde a ideia de lançar uma loteria foi levantada em 2017, a projeção era de alcançar entre R$ 80 milhões e R$ 100 milhões. Bahia, São Paulo, Mato Grosso e Maranhão - que já aprovou o projeto - também querem loteria própria. "Não basta apenas aprovar a lei na Assembleia. Temos também que saber se o Estado mesmo que vai tocar, ou se vamos precisar licitar uma empresas para fazer a operação, se vamos terceirizar a exploração. É tudo muito inicial ainda", revela Mattos.

•  sulnews •   noticias •   site •   naviraí


Últimas Notícias
Geral - 25/07/2021 16h12min
Funcionário cai de telhado em obra e morre após ficar três dias internado
Geral - 25/07/2021 15h23min
Corpo de PM assassinado é encontrado em assentamento
Geral - 25/07/2021 15h12min
Altar danificado e cadeiras quebradas: suspeitos invadem e depredam capela em MS
Geral - 25/07/2021 15h10min
População vê homem armado na rua, denuncia, e polícia apreende dois revólveres
Geral - 25/07/2021 12h12min
Mãe e menina de 11 anos são mortas durante atentado em aldeia
Geral - 25/07/2021 12h08min
Defesa Civil alerta para riscos de incêndio com tempo seco
Geral - 25/07/2021 11h08min
PF de Naviraí incinera 14 toneladas de maconha
Geral - 25/07/2021 10h45min
Detran-MS lança ferramenta digital para transferência de veículos