16/05/2021 03h35min - Geral
1 mês atrás

Membro de grupo que aplicava golpe do cartão clonado é preso com 16 máquininhas


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: TaNaMídia Naviraí


O integrante de uma quadrilha que aplicava o golpe do cartão clonado foi preso com 16 máquinas de cartão pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), em Aparecida do Taboado.

O suspeito, de 24 anos, foi abordado na ultima sexta-feira (14) durante fiscalização na BR-463 enquanto seguia viagem em um veículo modelo Classic, com placas de São Paulo. As 16 maquininhas de cartões de diversas marcas estavam escondidas em um compartimento oculto no veículo.

Diante do flagrante o jovem confessou que havia sido contratado por outros dois estelionatários para transportar as máquinas. Ele ganharia duzentos reais por aparelho. Para aplicar os golpes, segundo o suspeito, uma pessoa ligava para a casa das vítimas se passando por representante de bancos, dizendo que cartão delas havia sido clonado.

Para solucionar o problema o suposto representante do banco enviava um comparsa, se passando por funcionário da instituição financeira, para atualizar os dados, momento em que clonavam o cartão dos clientes. Contudo, o homem foi preso e encaminhado, juntamente com o veículo e os aparelhos, para a Polícia Civil de Aparecida do Tabuado.



•  tanamidia navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 19/06/2021 07h30min
Bolsonaro volta ao Estado para inaugura radar de vigilância
Geral - 19/06/2021 06h31min
PRF apreende 378 quilos de maconha
Geral - 19/06/2021 04h28min
indivíduo é flagrado com maconha, balança e R$ 1 mil em residência
Geral - 19/06/2021 04h26min
Homem é preso no Monte Castelo 16 anos depois de matar mãe e filha gestante
Geral - 19/06/2021 04h16min
Mulher é presa suspeita de estelionato por fraude em medidor de água
Geral - 19/06/2021 03h08min
Apreensão de celulares em presídios de MS cresce 18% durante a pandemia
Geral - 18/06/2021 19h55min
Assentada itaquiraiense de 18 anos morre atacada pela Covid
Geral - 18/06/2021 19h49min
Mortes no Estado são registradas em sua maioria em pessoas abaixo de 60 anos