09/05/2021 08h25min - Geral
2 meses atrás

MS pretende comprar aeronave especial para combater queimadas


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: Naviraí Notícias


Governo irá investir R$ 53 milhões em infraestrutura no combate aos incêndios em MS. (Foto – Reprodução)

Com quase 30% do bioma do Pantanal queimado no ano passado, o governo de Mato Grosso do Sul pretende comprar uma aeronave preparada para combater incêndios. Pensando em medidas preventivas, serão investidos R$ 53 milhões em infraestrutura, com aquisição de equipamentos no combate aos incêndios.

Com mais de 11,6 mil focos de incêndio florestal registrados no ano passado, a compra está em processo de especificações e orçamento. O objetivo é aparelhar o Estado para capacidade de combate.

Uma das maiores preocupações com o período de seca são os incêndios que tomam proporções descontroladas, podem devastar a vegetação e matar animais, principalmente na região do Pantanal.

No ano passado, uma área de 4,344 milhões de hectares foi devastada pelo fogo. Desse total, 2,399 milhões de hectares correspondem a Mato Grosso e 1,944 milhão de hectares a Mato Grosso do Sul.

De acordo com o Sargento Jahn, do 5º Subgrupamento de Bombeiros (SGBM), os incêndios nas propriedades rurais são maiores e exigem mais atenção na questão ambiental e, nesse sentido, o Corpo de Bombeiros orienta que seja feito o trabalho de prevenção por parte dos produtores, que são os aceiros ao longo das propriedades.

“É importante que o fazendeiro já trabalhe com essa ideia porque ele sabe que nesta época o incêndio acontece. Então, é preciso ter uma atenção redobrada agora, para que nos meses de julho e agosto, quando se intensificam os números das queimadas, o trabalho feito lá no início, que é a realização dos aceiros, ajude a diminuir o alastramento desse fogo”, destacou.

 

CUIDADOS COM A SAÚDE

A prática das queimadas em terrenos urbanos causa danos maiores ainda à população, pois afeta diretamente a saúde das pessoas, principalmente crianças, idosos e aqueles com problemas respiratórios. Devido a pandemia da Covid-19, a gravidade é ainda maior.

O Sargento Jahn reforça que se as pessoas tivessem conscientização do agravamento dos problemas de saúde que a fumaça das queimadas traz, fariam a limpeza dos terrenos de outra forma, sem colocar fogo.

“As queimadas que acontecem nas cidades, mais de 90% são causadas por pessoas que querem se livrar de lixo e animais peçonhentos. Porém, é a fumaça que agrava a saúde das pessoas. Percebemos um aumento considerável nos atendimentos com pessoas que têm problemas de saúde pulmonar e rinite e consequentemente os hospitais têm aumento para esse atendimento”, pontuou. (Com informações Jornal Correio do Estado).

Fonte: Jornal Correio do Estado

•  navirai noticias •   site •   naviraí


Últimas Notícias
Geral - 22/06/2021 17h24min
Vítima tem moto furtada após estacionar por 40 minutos
Geral - 22/06/2021 16h17min
Contrabandista foge da PRF com carga de cigarros avaliada em R$ 2 milhões
Geral - 22/06/2021 15h23min
Prefeitura assegura eficácia de todas as marcas de vacinas contra Covid-19
Geral - 22/06/2021 15h18min
Cocaína que saiu de Campo Grande no assoalho de carro é apreendida em SC
Geral - 22/06/2021 14h39min
Naviraí-Acidente envolvendo duas motos deixa uma vitima fatal
Geral - 22/06/2021 14h26min
Batida de duas motos causa morte nas proximidades do Senai
Geral - 22/06/2021 14h26min
acidente fatal NAV
Geral - 22/06/2021 14h14min
Problema mundial afeta estoque de medicamentos em MS, alerta secretário