20/09/2021 15h46min - Geral
4 semanas atrás

MS terá disque denúncia sobre crimes sexuais contra crianças em aldeias


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: TaNaMídia Naviraí


A Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul lança quinta-feira (23), o disque denúncia para casos de abuso sexual contra crianças e adolescentes indígenas.

O novo serviço foi viabilizado pelo Núcleo Institucional de Promoção e Defesa dos Povos Indígenas e da Igualdade Racial e Étnica, em parceria com o Núcleo Institucional de Promoção e Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente e com o Núcleo Institucional de Promoção e defesa dos Direitos da Mulher.

De acordo com a coordenadora Nupiir, defensora pública Neyla Ferreira Mendes, o disque denúncia teve como motivação os recentes casos de violência registrados nas aldeias indígenas de Mato Grosso do Sul, como da criança de 11 anos que foi jogada de um penhasco após sofrer estupro coletivo, em Dourados.

“Esse tipo de violência, praticada contra meninas e meninos, infelizmente é recorrente nas aldeias e muitas pessoas, em especial as mães, permanecem no silêncio, com medo de denunciarem, por se sentirem ameaçadas. Esperamos que com o disque denúncia os casos cheguem à justiça, pois a identidade do denunciante será preservada”, afirma a coordenadora idealizadora da campanha.

Para que o novo serviço atinja amplamente a comunidades indígenas, a Defensoria Pública traduziu todos os materiais de divulgação do disque denúncia para as línguas Guarani e Terena.

“Após o projeto das Van dos Direitos nas Aldeias, que estamos realizando desde julho deste ano com a finalidade de levar os atendimentos da Defensoria Pública para quem não consegue chegar até nossas unidades, principalmente em um cenário de pandemia da convid-19, essa é mais uma iniciativa direcionada aos Povos Indígenas. Como estado que possui a segunda maior população indígena do Brasil, temos a missão de promover o acesso e a garantia dos direitos dessas crianças e adolescentes”, afirma a defensora pública-geral, Patrícia Elias Cozzolino de Oliveira.

Lançamento

O lançamento do serviço será nesta quinta-feira (23), no Cras Indígena da Aldeia Bororó, às 9h, em Dourados. Casos de violência sexual contra crianças e adolescentes poderão ser denunciados através do número de WhatsApp: (67) 99263-6212.

Na mensagem é importante que o denunciante informe o nome da criança ou adolescente que está sofrendo abuso, a localidade e o nome da pessoa suspeita de cometer o crime.



•  tanamidia navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 12/10/2021 03h11min
Motorista é multado em 33 mil por transporte ilegal de carvão
Geral - 12/10/2021 02h11min
Após pouso de emergência em fios elétricos, paraquedista volta à competição
Geral - 12/10/2021 02h11min
Após pouso de emergência em fios elétricos, paraquedista volta à competição
Geral - 12/10/2021 00h41min
São Paulo fica no zero com o Cuiabá e chega ao quinto empate seguido
Geral - 12/10/2021 00h41min
São Paulo fica no zero com o Cuiabá e chega ao quinto empate seguido
Geral - 11/10/2021 18h27min
Força Tática prende homem que ameaçou de morte a esposa com uma faca
Geral - 11/10/2021 17h32min
Operação prende seis brasileiros suspeitos de chacina no fim de semana
Geral - 11/10/2021 17h28min
Homem tem carro roubado após parar à beira da estrada para fazer xixi em MS