15/06/2022 18h21min - Geral
3 semanas atrás

Mulher grava agressões sofridas pelo ex: “vou arrancar sua cabeça”


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: Campo Grande NEWS


Separada há pouco mais de um mês da pessoa com quem viveu quase 5 anos, uma secretária, de 25 anos, relatou o medo que tem vivido após ser covardemente agredida e ameaçada pelo homem, de 28 anos, com quem tem uma filha de 2 aninhos. Em vídeo gravado pela própria vítima, escondido do agressor, é possível ouvir o diálogo entre os dois, ameaças e até o som da agressão sofrida. A mulher conta que quando ambos terminaram o relacionamento, ele passou a viver na casa da mãe dele. Porém, como ele trabalha com cobranças, "vira e mexe", passa pela região onde a mulher mora. O homem chegou a pedir a chave da casa da vítima para que ele pudesse almoçar por lá. “Eu inocente, dei”, lamentou.  Dias depois, ela conseguiu recuperar chave reserva da casa e começou a tomar medidas para afastá-lo, mas ele insiste em manter contato. Na tarde de terça-feira (14), o ex buscou as crianças - um ex-enteado e a filha do casal - na escola. “Quando eu cheguei por volta das 18h30 ele estava na esquina me esperando. Disse que queria conversar, mas eu não queria entrar em casa porque sabia que ele ia me bater. Sabia que ele queria a chave da casa”, explicou. Já na residência, enquanto o homem falava, a mulher foi até os cachorros e uma peça do portão caiu sobre um dos animais. Foi o estopim para o início das agressões, narra a vítima. “Ele achou que eu estava brava e tinha machucado o cachorro e começou a me bater. Então comecei a gravar escondido”, disse. Ele me deu tapas, me enforcou muito forte no sofá, puxou meus cabelos, me deu cabeçada, estou com a testa inchada e me mordeu no braço”, detalhou muito abalada e ainda com a voz embargada. No vídeo, é possível ouvir quando a mulher diz que não viu que o animal estava atrás dela. O homem então vai para cima dela. Não dá para distinguir o que acontece, a suspeita é de enforcamento. Ele diz que se ela estragar a vida dele e dos filhos, ele arranca a cabeça dela.  “Eu mato você”, grita o homem. Durante as agressões, o ex repete várias vezes que “acabará” com a vida da vítima, enquanto a filha de 2 anos presencia tudo e começa a chorar. O choro da filha não o impede de continuar. “Atenção com o que você vai fazer daqui pra frente. Meça seus passos. Eu te mato. Eu te mato mesmo. De verdade. Me dá a chave, eu vou almoçar aqui e não quero mais falar com você”, ameaça. Ele não para. “Eu quero só os meus filhos. Você encheu minha paciência até eu perder. Você não gosta de gritar com homem? Gosta de ser prevalecida?”. O homem a todo momento insiste para que mulher lhe dê a chave da casa. “Eu quero a chave e meus filhos, só isso”, diz. A mulher explicou ao Campo Grande News que esta não é a primeira vez que é agredida ou ameaçada. Há três semanas, ela registrou boletim de ocorrência e na Deam (Delega cia Especializada de Atendimento à Mulher), apresentou o áudio de uma gravação telefônica do ex a ameaçando. Foi quando ela pediu medida protetiva. Após o episódio de agressões, na noite do dia 14, o homem pegou a chave da casa e foi embora. A PM (Polícia Militar) foi acionada, mas como não encontrou o agressor, orientou que a vítima relatasse o descumprimento da ordem de afastamento na Deam.  “Ele ainda está me ligando. Mandou mensagem pedindo desculpas que não queria fazer aquilo, mas não respondi. Eu estou com medo de voltar para casa. Tenho certeza que ele vai estar lá hoje de novo”, contou a mulher. Ela voltou à delegacia, na tarde desta quarta-feira (15), e aguarda providências em lugar seguro. Ainda segundo a vítima ainda durante o relacionamento, as agressões já aconteciam. “Eu passei a tomar remédios. Tinha vez que ele escondia os remédios. Queria que eu surtasse. Agora, só nesse um mês separada, eu não precisei um dia do remédio. Minha vida é outra. Acredito que seja um dos motivos dos ciúmes dele. Ver que eu estou melhor sem ele”, explicou ainda chorando. Apesar da incerteza do que fazer, a vítima comprou cadeados e correntes e pretende se mudar. “Estou com muito medo”, conclui.

•  campo grande news •  navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 07/07/2022 10h09min
IBGE estima safra de 261,4 milhões de toneladas em 2022
Geral - 07/07/2022 10h09min
Índice Geral de Preços (IGP-DI) sobe 0,62% em junho, revela pesquisa
Geral - 07/07/2022 10h00min
Plantio da soja em MS segue proibido até o dia 15 de setembro
Geral - 07/07/2022 09h47min
Sobe para 142 o número de casos de varíola dos macacos 
Geral - 07/07/2022 09h47min
Protesto de motoristas de ônibus afeta 29 linhas no Campo Limpo
Geral - 07/07/2022 09h29min
Em busca de trabalho, desempregados encaram obra e isolamento no Pantanal
Geral - 07/07/2022 09h26min
DOF prende duas mulheres com droga presa ao corpo em Amambai
Geral - 07/07/2022 09h15min
Mundo Novo licita recapeamento asfáltico para São Jorge e Fleck