09/06/2021 18h50min - Geral
2 meses atrás

Município que não vacinar 85% vai receber só metade de remessa, alerta Geraldo


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: TaNaMídia Naviraí


Depois de anunciar repasse de milhões para incentivar municípios do Estado a vacinarem cada vez mais a população, a SES (Secretaria Estadual de Saúde) vai botar cidade contra a parede. A proposta que será apresentada hoje durante reunião extraordinária da CIB (Comissão Intergestores Bipartite) é cortar pela metade a remessa de vacina nos municípios que não usarem 85% do lote recebido.

"Município que não vacinar 85% das remessas de vacina, entre uma remessa e outra, na próxima vai receber 50% das doses e as outras são 50% serão remanejadas para as cidades que vacinarem acima de 95%", explica o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende.

Ranking das cidades que mais e as que menos vacinam no Estado de Mato Grosso do Sul. (Fonte: Boletim Epidemiológico da Covid-19 de 9 de junho)

Esta é a primeira vez, oficialmente, que o Governo pressiona os municípios do interior do Estado a vacinarem. Segundo divulgado pela própria secretaria no boletim de hoje, no ranking de piores cidades na vacinação estão Miranda, com 83,5% de doses aplicadas, Inocência com 84,9% e Sidrolândia que chega a alcançar 85,6%. Enquanto Iguatemi, Pedro Gomes e Batayporã se mostram as cidades com maior vacinação.

"É uma forma de premiar quem está mais envolvido, quem está mais avançado", pontua Geraldo.

A CIB reúne todos os secretários de saúde dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul junto com a secretaria estadual. Também será nesta reunião extraordinária, marcada para acontecer ainda na tarde de hoje que serão distribuídas as quantidades que cada cidade vai levar da remessa de 51,5 mil doses de Astrazeneca que chegam na madrugada desta quinta na Capital.

 

Intenção é de acelerar a vacinação em todos os municípios do Estado. (Foto: Arquivo/Marcos Maluf)

Estímulo em dinheiro - No início de junho a SES  já tinha anunciado R$ 5,8 milhões em incentivo para as cidades que mais vacinarem. Os recursos serão distribuídos conforme a população do município estimada para o ano de 2020.

Ao todo, serão R$ 5.899.727,40 da própria secretaria disponibilizados. Conforme os municípios avançarem e fizerem jus ao incentivo, o valor total previsto para cada, será dividido em seis parcelas, referente a quantidade de meses que serão efetuados os repasses (julho, agosto, setembro, outubro, novembro e dezembro).

O município que apresentar percentual entre 90% a 94,99% de doses aplicadas em relação às doses enviadas, receberá no mês subsequente 70% do valor previsto de repasse. Os municípios que apresentarem um percentual superior a 95% de doses aplicadas receberá 100% do incentivo.



•  tanamidia navirai •  noticias


Últimas Notícias