21/09/2021 08h49min - Geral
3 meses atrás

Naviraí-Casal detido com 229 filhotes de aves vai pagar mais de R$ 2,5 milhões em multa por tráfico


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: TaNaMídia Naviraí


O casal Marildo de 41 anos e Bruna de 24 anos, que foram flagrados na manhã de ontem (20), transportando 229 filhotes de aves da fauna silvestre, vai ter que pagar R$ 2.519.000 (dois milhões, quinhentos e dezenove mil reais) em multa.

O casal residentes Ponta Grossa (PR), foi detido pela Polícia Civil de Naviraí durante a Operação Fronteira e Divisa Integradas na Região do Posto Fiscal da Foz do Amambaí na BR-487.

Os filhos de aves sendo 224 filhotes de papagaio , 03 filhotes de araras vermelha e 02 maritacas jandaias estavam sendo transportados em caixas que estavam dentro de um Fiat Uno que era conduzindo Marildo que tinha como passageira Brun.

Ao ser questionado sobre os filhotes, Marildo disse aos policiais ter pegado as aves em Naviraí em um posto de combustível na saída para a cidade de Ivinhema. Ainda segundo Marildo, ele teria pago

R$ 120,00 por cada papagaio, R$ 600,00 por cada arara e R$ 40,00 por cada maritaca. O vendedor segundo ele seria um homem de nome Luiz que estava em um veículo VW FOX de cor preta.

O casal recebeu voz de prisão e foi conduzido pela Polícia Civil até o 1ª DP (Delegacia de Polícia Civil) de Naviraí, aonde a PMA (Polícia Militar Ambiental), foi acionada para que fossem realizados os procedimentos de praxe.

Os Policiais Militares Ambientais autuaram o casal administrativamente e arbitraram multa de R$ 1.145.000,00 pelo tráfico e mais R$ 114.500,00 por maus tratos, devido as condições de transporte das aves, contra cada um dos infratores, perfazendo um total de R$ 2.519,000,00 (dois milhões, quinhentos e dezenove mil reais).

A multa por animal pelo tráfico é de R$ 5.000,00 porque os psitacídeos constam da lista da Convenção Internacional do Comércio da Fauna e da Flora em perigo de extinção (CITES), da qual o Brasil é signatário. A multa mínima por maus tratos é de R$ 500,00, conforme foi aplicada contra cada autuado.

Os filhotes das aves em razão dos evidentes maus tratos e, por conseguinte de sua condição debilitante foram encaminhados para o CRAS (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) da fazenda Green Farm, para se possível reinserção no meio ambiente natural.

 PREOCUPAÇÃO COM TRÁFICO DE ANIMAIS SILVESTRES (OPERAÇÃO BOCAIÚVA)

A PMA no período reprodutivo dos psitacídeos (papagaio, arara, periquitos, maritacas, etc.) tem realizado operação contra o tráfico de animais silvestres, especialmente o papagaio. A "Operação Bocaiúva envolve 43 policiais e foi iniciada no dia 10 de agosto deste ano, no intuito principal de evitar a retirada dos filhotes dos ninhos, tendo em vista, que depois da retirada das aves, mesmo quando se apreendem, os problemas à natureza e os custos econômicos, para cuidar dos animais até a reintrodução envolvem muito dinheiro público.

Enquanto as equipes se distribuem em fazendas e bloqueios, os outros órgãos de segurança, como, Unidades da Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal, principalmente da região com maior índice do tráfico, foram alertados para atentarem para o problema neste período.

REGIÃO PRINCIPAL DO TRÁFICO E PERÍODO PREOCUPANTE

A região principal do problema de tráfico de papagaio e que é monitorada é basicamente a que constitui os municípios próximos às divisas com os estados de São Paulo e Paraná, como Jateí, Batayporã, Bataguassu, Ivinhema, Novo Horizonte do Sul, Anaurilândia, Santa Rita do Pardo, Nova Andradina, Três Lagoas e Brasilândia, além de Naviraí, Itaquiraí, Eldorado e Mundo Novo, porém, a operação está sendo realizada em todo o Estado, como em 2018, quando houve redução na retirada de filhotes de papagaios no Estado.

Nesta operação, com foco principal a evitar a retirada, ninhos estão sendo monitorados e fechadas as saídas do Estado com bloqueios, especialmente, nas saídas para o estado de São Paulo, que é o destino principal registrado dos filhotes de papagaios traficados em Mato Grosso do Sul.

O período de agosto a dezembro é preocupante com relação ao tráfico de animais silvestres, pois é o período reprodutivo dos papagaios que é o animal mais traficado no Estado. A PMA mantém trabalhos preventivos nas propriedades rurais para prevenir a retirada dos animais e aliciamentos de funcionários de fazendas e assentados pelos traficantes, para a retirada dos filhotes.

PROBLEMAS DO TRÁFICO DE ANIMAIS SILVESTRES

O tráfico de animais silvestres é considerado a terceira atividade criminosa mais rentável, perdendo apenas para o tráfico de drogas e o tráfico de armas. Porém, em Mato Grosso do Sul, o problema se resume quase que especificamente ao papagaio.

Como o que interessa ao comprador na espécie, é a capacidade que ela tem de aprender a imitar a voz humana, a retirada só é realizada enquanto filhote. Por esse motivo, o período de agosto a dezembro é preocupante com relação ao tráfico de animais silvestres no Estado de Mato Grosso do Sul, pois é o período reprodutivo dos papagaios, que é o animal mais traficado no Estado.

Por isso, neste período, operações preventivas nas propriedades rurais para prevenir a retirada dos animais e aliciamentos de funcionários de fazendas e assentados pelos traficantes, para a retirada dos filhotes são fundamentais. Também é importante a vigilância a traficantes presos em anos anteriores. Bloqueios são importantes também nas saídas do estado são, pois evitam que traficantes de fora e locais sintam-se tentados a praticar o crime.



•  tanamidia navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 04/12/2021 06h25min
Japorã adquire coleção de livros para alunos do Ensino Fundamental
Geral - 04/12/2021 05h05min
Capitão Contar afirma em entrevista que disputará o cargo em que melhor possa servir ao país em 2022
Geral - 04/12/2021 04h51min
Em 5 dias, polícia prendeu 59 em flagrante e apreendeu 700 kg de drogas
Geral - 04/12/2021 04h49min
Naviraí adere ao Opera MS e Examina MS para atender demandas da Saúde
Geral - 04/12/2021 03h37min
Enquanto podava galhos, árvore cai em cabeça de trabalhador rural que morre em MS
Geral - 04/12/2021 02h33min
Aeronave cai na região do chaco paraguaio e mata três norte-americanos
Geral - 03/12/2021 22h39min
Servente de pedreiro morre soterrado por laje na construção
Geral - 03/12/2021 18h04min
Vale-gás terá valor de R$ 52 e será pago a partir deste mês, diz governo