22/06/2022 17h44min - Geral
2 semanas atrás

No estilo The Voice, alunos da rede municipal soltam a voz em festival


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: Campo Grande NEWS


“É que a gente quer crescer...”. E parecendo gente grande, alunos da Reme (Rede Municipal de Educação) subiram ao palco esta tarde mostrando talento e muito amor à música com uma seleção bem variada de canções durante o V Festival da Canção. Do pop moderno de Kell Smith até a moda de viola do sul-matogrossense Almir Sáter, os estudantes levaram ao palco do auditório do Complexo Multiuso da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) músicas que animaram o público, que lotava as cadeiras do local. Para muitos deles, era a primeira vez que enfrentavam uma plateia tão grande. Revelando belo manejo com a viola, Wellinton Oliveira Martins Júnior, de apenas 7 anos, alegrou tocando e cantando “Comitiva Esperança”, de Almir Sater. Único a trabalhar uma música regional, o aluno da Escola Municipal Irmã Irma Zorzi, no bairro Sílvia Regina arrancou aplausos durante sua apresentação e garantiu o primeiro lugar na categoria de 7 a 11 anos. Silencioso, o menino respondia as perguntas da reportagem tocando, mas “ele começou a tocar com cinco anos, quando pediu uma viola de presente para Papai Noel. Daí eu o coloquei na aula e o professor perguntava se ele já fazia aulas antes, porque já tocava bem. Desde bebê já fazia sons diferentes tocando nos objetos, então assim, eu acho que é uma coisa dele, nasceu com ele esse dom”, revelou a mãe Josivana Francestina da Silva, fisioterapeuta de 29 anos. No mesmo ritmo sertanejo e também tocando e cantando, se apresentou a dupla Miguel e Eliel, amigos na escola Irene Szukala, no bairro Jardim das Hortênsias. A música escolhida foi “Termina comigo antes”, de Gusttavo Lima, de quem Miguel Menezes, de 12 anos, é fã. “Gosto muito de cantar e só fiquei nervoso na primeira vez que me apresentei”, disse o garoto, que mostrou bastante desenvoltura no palco. O pai dele, Wilson Pereira, de 50 anos, é pizzaiolo e diz que investe no sonho do filho, pagando aulas de canto e de violão. “É o sonho dele e ele tem muito jeito, talento mesmo. Acho que ele tem grande chance de seguir uma carreira”, destacou. Ele acompanhava também o amigo Eliel Paz de Araújo, de 12 anos, que disse que “meu negócio é tocar mesmo”. A dupla começou a se apresentar junta este ano, mas Miguel já tem familiaridade com os palcos, porque participou de outras competições, como o Fesmorena (Festival Morena de Música Escolar). Aos oito anos, Luis Lopes foi o primeiro a se apresentar e começou animando a plateia e se apresentou com canção de Enzo Rabelo, “Meio caminho andado”. Acompanhado pelas palmas, o pequeno segurou firme a voz, que era acompanhada pelo violão tocado pelo próprio pai, Wanderson Fonseca, de 35 anos e que é professor de educação física. “Ele sempre teve a música por perto”, disse o pai, que toca em casa com frequência e também na igreja. “Ele cresceu com esse ambiente musical e começou a cantar com seis anos, sempre cantando nas reuniões de família, na escola, na igreja, mas é a primeira vez que toca com uma plateia grande assim”, comentou. Quem também mostrou seu dom foi a adolescente Mayra Luiza Rodrigues Weiler, de 15 anos. A acompanhava a coordenadora da escola onde estuda, Maria Rondis, de 60 anos, que enquanto a jovem cantava, aplaudia, gritava e animava a plateia. Desenvolta, a jovem nem aparentou ser tímida, como disse ao Campo Grande News. “Eu canto há bastante tempo, desde os seis anos. Meus tios me introduziram na música e já participei outras duas vezes desse festival e no primeiro fiquei em terceiro lugar”, recorda, ao comentar que ainda fica nervosa ao se apresentar porque “sou tímida, fico com vergonha”. Ela estuda na Licurgo de Oliveura Bastos, no bairro Vila Nasser. Desta vez, ela garantiu a mesma colocação na categoria acima de 12 anos. Festival –  com 25 competidores, o Festival da Canção da Reme premiou com um violão o primeiro colocado, um cajon (percussão) ao segundo lugar e um pandeiro para quem ficar em terceiro. Na categoria de 7 a 11 anos, os ganhadores foram, do 1º ao 3º lugar, Wellington Oliveira Martins; Sofia Pereira Vale, da escola Luiz Antônio de Sá Carvalho; e Laura Naomi Nigajishima, da Doutor Tertuliano. Na categoria de 12 anos para cima ganharam Emanuel Geovanny da Costa Paiva, da Escola Municipal João Cândido; Mayra Luiza Rodrigues; e Rafaela Aquino da Silva, da escola Oliva Enciso. A comissão julgadora foi formada pelos músicos  Adriano Souza Ramos, Antônio Marcos Ramires, Josias Xavier, Elcio Pereira e Isaac Pereira.

•  campo grande news •  navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 04/07/2022 23h40min
Operação fecha "bocas de fumo" e leva 11 traficantes para a prisão
Geral - 04/07/2022 23h19min
Gerente de casa de prostituição é preso por exploração sexual infantil
Geral - 04/07/2022 22h58min
Mesmo sob pressão, câmara aprova Dia Municipal do Orgulho LGBTQIA+
Geral - 04/07/2022 22h37min
Interdições para requalificação da Rui Barbosa seguem nesta terça-feira
Geral - 04/07/2022 22h16min
Selecionados no cursinho pré-vestibular da UFMS devem se inscrever até quarta
Geral - 04/07/2022 21h34min
Covid-19: Brasil registra 122 mortes e 45,5 mil casos em 24 horas
Geral - 04/07/2022 21h13min
Com gol de Vinicius Lopes, Botafogo vence o Bragantino por 1 a 0
Geral - 04/07/2022 20h31min
Desafio premia startups com R$ 1 milhão para desenvolverem produtos renováveis