02/03/2021 07h30min - Geral
2 meses atrás

Novos recursos permitem a retomada das obras do IFMS


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: SulNews


O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) formalizou o contrato para a retomada das obras do Campus Naviraí. A assinatura foi realizada na presença de servidores da reitoria, do campus e representantes da empresa contratada. Com orçamento de R$ 4,7 milhões – oriundos de Termos de Execução Descentralizados (TED) da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec/MEC) – a obra será executada pela empresa MS Engenharia Consultiva. A seleção da empresa para realizar a obra foi feita através de uma licitação com concorrência pública. O prazo para a execução do serviço é de 360 dias. Já a duração de contrato é de 18 meses. A empresa contratada deverá realizar a execução da obra remanescente do bloco, construir uma quadra poliesportiva coberta, com vestiários, e fazer a urbanização do campus. “Desde o início da gestão realizamos articulação política, junto ao Ministério da Educação e aos nossos parlamentares, para obter recursos. Também fizemos mudanças administrativas importantes que resultaram em economia para garantir novas obras”, explica a reitora do IFMS, Elaine Cassiano. “A retomada da construção da sede própria de Naviraí, que estava parada desde 2017, é simbólica e marca o nosso esforço para atender a comunidade do Instituto com mais infraestrutura”, completa a reitora. Desde que foi criado em 2014, o campus da instituição em Naviraí tem funcionado em sede provisória. SEDE DEFINITIVA A retomada da obra busca oferecer melhores condições para estudantes e servidores. "Trata-se de um alívio e uma esperança. Estamos em um local cedido, com espaço insuficiente para realizarmos nossas atividades de ensino, pesquisa, extensão e administrativa. A obra permitirá que em um futuro próximo tenhamos melhor estrutura, já que somos a única unidade que se encontra nessa situação”, pontua o diretor-geral do Campus Naviraí, Matheus de Castro. A sede do IFMS no município ficará na saída para Ivinhema, na rodovia MS-141, km 3,4. Em breve também deverá ser oficializado o contrato para a construção do barracão agrícola do campus. Nele serão guardados equipamentos, máquinas e insumos agrícolas, trazendo importantes benefícios para os cursos do eixo tecnológico de Recursos Naturais. “Nós recebemos uma doação de 43 hectares para implantarmos nossa ‘fazenda escola’, um local para a realização de nossas atividades práticas de ensino, pesquisa e extensão no âmbito das Ciências Agrárias. Por isso, trata-se de outra iniciativa que auxiliará muito no desenvolvimento e consolidação do campus”, comemora. CURSOS Atualmente o IFMS funciona em Naviraí no Centro Estadual de Educação Profissional Ramez Tebet. A sede definitiva terá um espaço total anexado de 50 hectares, para o campus e a fazenda escola. No município, o Instituto oferta os cursos técnicos (integrados e subsequentes) em Agricultura, Informática para a Internet e Manutenção e Suporte em Informática, de graduação em Agronomia e Análise e Desenvolvimento de Sistemas, e da especialização em em Docência para Educação Profissional e Tecnológica, além de cursos de qualificação profissional, idiomas e a distância. Saiba mais na página do Campus Naviraí. 

•  sulnews •   noticias •   site •   naviraí


Últimas Notícias
Geral - 19/04/2021 14h35min
Fahd Jamil, foragido da polícia, se entrega em Campo Grande
Geral - 19/04/2021 14h10min
ITAQUIRAÍ: Prefeitura entrega na Câmara a LDO para ser votada
Geral - 19/04/2021 13h33min
Nas aldeias mestrando indígena da UEMS faz monitoramento de casos de Covid
Geral - 19/04/2021 13h30min
Prefeitura distribuirá kits da merenda escolar para 6,6 mil alunos
Geral - 19/04/2021 12h01min
Fahd Jamil se entrega e é preso em Campo Grande
Geral - 19/04/2021 11h11min
Duas servidoras da Assistência Social podem ter furado a fila da vacinação
Geral - 19/04/2021 11h08min
Casa de vereador é alvejada e menino é baleado
Geral - 19/04/2021 10h41min
Prefeitura lança projeto piloto de ensino do guarani a alunos indígenas