10/08/2021 13h33min - Geral
1 mês atrás

Núcleo de Crimes Cibernéticos mira golpes que cresceram durante a pandemia


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: TaNaMídia Naviraí


O MPMS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul) criou o Nucib (Núcleo de Crimes Cibernéticos). A unidade, instituída no âmbito do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça Criminais e do Controle Externo da Atividade Policial, vai auxiliar no combate aos delitos praticados pela internet, como invasões de contas e estelionato.

Conforme resolução publicada no Diário Oficial do MPMS desta terça-feira (10), assinada pelo procurador-geral de Justiça, Alexandre Magno Benites de Larcerda, o objetivo é promover o enfrentamento aos “crimes praticados por meio cibernético ou aqueles para os quais há necessidade de obtenção de elementos probatórios em meio digital”.

Ao adotar a medida, o órgão ministerial levou em consideração o crescimento dos golpes perpetrados pela rede de computadores, principalmente em razão da crise sanitária provocada pelo Coronavírus (Covid-19). Tais delitos atentam contra a Justiça, contra o patrimônio, contra a intimidade, privacidade e honra, motivo pelo qual exigem atenção especializada.



•  tanamidia navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 19/09/2021 18h21min
Mulher é presa com 3,1 quilos de cocaína em posto fiscal da Receita Federal de MS
Geral - 19/09/2021 18h01min
Pais param para ajudar motorista e a criança morre atropelada
Geral - 19/09/2021 17h17min
Jovem com passagens pela polícia é executado a tiros na fronteira
Geral - 19/09/2021 16h17min
Neste domingo, mais de 2 milhões de doses da Pfizer chegam ao Brasil
Geral - 19/09/2021 15h28min
Naviraiense é destacado na abertura do campeonato estadual
Geral - 19/09/2021 15h16min
Menina de 5 anos morre após acidente envolvendo três carros em rodovia de MS
Geral - 19/09/2021 15h10min
Naviraiense é destacado abertura do campeonato estadual Motocross
Geral - 19/09/2021 14h19min
Homem que matou um e feriu outro em conveniência é preso