29/09/2021 00h10min - Geral
3 semanas atrás

Palmeiras empata com o Atlético Mineiro e vai à final


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: SulNews


G E O Palmeiras vai à final da Copa Libertadores pelo segundo ano consecutivo. O empate por 1 a 1 com o Atlético-MG, nesta terça-feira, num Mineirão com barulhenta torcida do Galo, não foi fácil, mas serviu para manter vivo o sonho do tricampeonato continental – após as conquistas de 1999 e 2020, esta última vencendo o Santos, em janeiro passado. O Atlético, jogando em casa e com apoio, abriu o placar com Vargas, já no segundo tempo, mas fica pelo caminho mesmo invicto – uma eliminação dolorida, sem uma derrota sequer na campanha. Isso porque um iluminado Gabriel Veron entrou e, em sua primeira jogada, deu o gol de empate de presente para Dudu, decisivo, levar o Verdão à decisão pelo critério do gol fora de casa (o jogo de ida terminou 0 a 0, em São Paulo). Agora é esperar Flamengo ou Barcelona-EQU na decisão de 27 de novembro, em Montevidéu. O ex-camisa 7 (agora camisa 43) saiu no meio da campanha da Libertadores passada rumo ao Al Duhail, do Catar, e não teve o gostinho de levantar a taça no Maracanã em final contra o Santos. Agora, de volta, apareceu quando o time mais precisou: pressionado, conseguiu o gol de empate na reta final da partida – apenas o segundo dele desde o retorno, em julho. Dudu, enfim, terá a chance de jogar uma final continental. Dudu foi decisivo para o Palmeiras (Foto: Staff Images/Conmebol) Recordes e mais recordes ELIMINAÇÃO AMARGA O Atlético-MG cai nas semifinais da Libertadores mesmo invicto. E certamente vai lamentar chances perdidas nos dois jogos – o pênalti desperdiçado por Hulk no Allianz Parque, e a oportunidade que Vargas teve no Mineirão quando o jogo já estava 1 x 0. Pouco depois deste lance, Dudu marcaria para o Palmeiras. Depois do vice-campeonato pelo Santos, em 2020, o técnico Cuca fica novamente com um gosto amargo. Primeiro tempo SEGUNDO TEMPO O confronto ficou mais aberto, com as duas equipes dispostas a evitar a disputa de pênaltis. O Atlético rodou a bola no campo de ataque, procurou espaço e achou logo aos seis minutos, quando Jair recebeu na linha de fundo e cruzou na cabeça de Vargas, que ganhou de Marcos Rocha para abrir o placar. Abel Ferreira demorou a responder, sem substituições, viu Vargas perder chance incrível para o Atlético ampliar, mas mostrou estrela ao trocar Rony por Gabriel Veron – no primeiro lance do atacante, ele recebeu lançamento de Piquerez, ganhou de Nathan Silva e cruzou rasteiro para Dudu empurrar ao gol: 1 x 1. A partir daí, o Palmeiras teve controle do jogo, deixando-o na velocidade que quis e esperando o tempo passar. O Galo foi todo ao ataque – até o zagueiro Réver entrou nos minutos finais para ajudar na bola aérea ofensiva. Não deu. O Palmeiras, resiliente, vai a mais uma final de Libertadores. O Palmeiras aguarda agora o vencedor do confronto entre Flamengo e Barcelona, do Equador, para saber quem enfrenta na grande final, dia 27 de novembro, no Estádio Centenário, em Montevidéu. O Flamengo venceu o jogo de ida por 2 a 0 e disputa a volta nesta quarta-feira, em Guayaquil. CLIQUE AQUI e veja a tabela da Libertadores. Rony e Luiz Adriano se abraçam depois da classificação do Palmeiras à final da Libertadores (Foto: Staff Images/Conmebol)  

•  sulnews •   noticias •   site •   naviraí


Últimas Notícias
Geral - 22/10/2021 17h30min
Mara pede e o governador confirma o asfalto para o início de 2022
Geral - 22/10/2021 17h14min
Previsão é de temporal, mas tabela que circula na redes sociais é fake
Geral - 22/10/2021 16h57min
Serc/UCDB bate Operário na primeira partida das quartas-de-fiinal
Geral - 22/10/2021 16h55min
Sanesul é reconhecida por atender as novas normativas para o mercado
Geral - 22/10/2021 16h48min
Stein Cascavel empata em Pato Branco
Geral - 22/10/2021 16h14min
PF prende integrante de quadrilha que usava caminhões para transporte de droga para outros estados
Geral - 22/10/2021 15h20min
UEMS: Inscrições abertas para 1º vestibular de Agronomia em M. Novo
Geral - 22/10/2021 15h13min
Ao ver WhatsApp, mãe descobre estupro de professor de 42 anos em MS