13/07/2022 13h30min - Geral
4 semanas atrás

Participação brasileira em setores que melhor remuneram no agronegócio


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: Campo Grande NEWS


 O senso comum levou o Brasil a ser visto como o principal exemplo de sucesso do agronegócio mundial. Estudo desenvolvido na Universidade de Brasília revela que a realidade é muito mais complexa, com corporações multinacionais estrangeiras controlando os segmentos agroindustriais intensivos em capital e em tecnologia do agronegócio realizado no Brasil e empresas brasileiras com maiores participações de mercado principalmente no setor agropecuário de produção primária. Como os segmentos agroindustriais podem remunerar melhor o capital e o trabalho do que a produção primária na agropecuária, este estudo explorou de que forma os investidores brasileiros podem se beneficiar do próspero agronegócio global ao investirem nos segmentos agroindustriais do agronegócio feito no Brasil. Segmentos agroindustriais incluem sementes, fertilizantes, máquinas, equipamentos, beneficiamento e comercialização. O estudo revelou que a participação de grupos de capital brasileiro nas cadeias produtivas do agronegócio feito no Brasil em 2020 foi de 23,9% para soja, 47,2% para cana-de-açúcar, 57,9% para leite e 76,0% para carne bovina (Figura 1). Houve grande heterogeneidade entre os segmentos do agronegócio que podem ser divididos em três grupos principais: 1) Segmentos controlados por multinacionais estrangeiras, 2) Segmentos apoiados pelo Estado controlados por empresas brasileiras e, 3) Segmentos mistos com participação de empresas brasileiras e estrangeiras. Nos segmentos mistos, os investimentos estrangeiros e brasileiros favorecem o crescimento das cadeias produtivas e, assim, são benéficos para o país em curto e longo prazos. São segmentos em que não há barreiras que impeçam a entrada de empresas brasileiras, como é o caso das patentes. As políticas de apoio à ciência e tecnologia tendem a fomentar o desenvolvimento da cadeia de suprimentos como um todo, não apenas empresas específicas, gerando situações de ganho mútuo. (*) Gabriel Medina é professor da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade de Brasília e doutor em Ciências Naturais pela Universidade de Freiburg, na Alemanha. 

•  campo grande news •  navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 11/08/2022 23h59min
Madrasta agredida nos olhos a tesouradas recebe alta e enteado é levado para o presídio
Geral - 11/08/2022 23h59min
Motorista é preso com R$ 10,6 milhões de maconha em carga de tijolos
Geral - 11/08/2022 23h57min
Rapaz que morreu após perseguição transportava quase 400kg de maconha no veículo
Geral - 11/08/2022 23h38min
Rastreador leva PM à "boca de fumo" e cinco são presos 730 papelotes de cocaína
Geral - 11/08/2022 23h17min
Fifa antecipa início da Copa do Mundo para 20 de novembro
Geral - 11/08/2022 22h56min
Com 50 vagas, curso gratuito de açougueiro está com inscrições abertas
Geral - 11/08/2022 22h34min
Libertadores: Vitor Roque decide e Athletico-PR está na semifinal
Geral - 11/08/2022 22h13min
Suspeitos de assalto, homens são presos após trocarem tiros com policiais