28/05/2022 06h40min - Geral
1 mês atrás

Piloto de avião que caiu em Itaquirai transportava quase meia tonelada de cocaína, armas e munições


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: TaNaMídia Naviraí


 

O avião Beech Aircraft, prefixo, PP-BAR, modelo A36 (Bonanza) de pequeno porte, que fez um pouso de emergência no começo da tarde de ontem, sexta-feira (27), em uma fazenda localizada entre às cidades de Naviraí e Itaquirai, estava carregado com 417,900 quilos de cocaína, distribuídos em 40 tabletes, três fuzis e munições.

As prisões e apreensões foram realizadas em ação coordenada pelo Dracco, em conjunto com as delegacias de Itaquirai, Naviraí, Iguatemi, com apoio do 12º Batalhão da Polícia Militar de Naviraí.

O piloto de 25 anos, morador no estado de Tocantins, fugiu logo após o avião tocar o solo. Polícias realizaram diligencias sendo que equipes da Polícia Civil de Itaquirai e Naviraí encontraram o piloto em uma propriedade rural em meio a um canavial, a cerca de 7km de onde a aeronave fez o pouso de emergência.

Ao ser preso o piloto que não teve o nome divulgado pela polícia, disse que teve que fazer o pouso forçado após a aeronave apresentar problemas mecânico.

Ao todo além da aeronave foram aprendidos 417,8 KG de Pasta Base de Cocaína; 01 Fuzil AK 47 Iugoslávia,  01 Fuzil Ruger SR-762; 01 Fuzil Smith Welson, USA; 270 Munições de Calibre 7,62, sendo 30 munições da marca 311. Segundo a Polícia a apreensão gerou um prejuízo estimativo ao crime de R$ 22.890.000,00.

Monitoramento - A polícia chegou até o avião, após o Dracco (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado), receberam no acompanhamento sistemático e especializado informação de que uma aeronave teria realizado um pouso de emergência em uma propriedade rural do município de Itaquiraí.

A Polícia Civil assim como a Polícia Militar de Itaquiraí foi acionada e compareceu no local aonde constataram o fato e encontraram a aeronave que havia sido abandonada pelo piloto, que segundo informações teria fugido por uma mata fechada.

O local foi preservado até a chegada da Equipes do Dracco que removeu a aeronave e que será periciada. O caso foi registrado como tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo de uso proibido.

Segundo informações, o avião foi fabricado no ano 1979, e tem capacidade para decolar com até 1.633kg. Ele está em nome de empresa de Assessoria Aeronáutica localizada na cidade de Paraguaçu Paulista/SP, sendo que seu status de operação está negado para taxi aéreo. O caso segue sendo investigado pela polícia.

 

 



•  tanamidia navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 04/07/2022 23h40min
Operação fecha "bocas de fumo" e leva 11 traficantes para a prisão
Geral - 04/07/2022 23h19min
Gerente de casa de prostituição é preso por exploração sexual infantil
Geral - 04/07/2022 22h58min
Mesmo sob pressão, câmara aprova Dia Municipal do Orgulho LGBTQIA+
Geral - 04/07/2022 22h37min
Interdições para requalificação da Rui Barbosa seguem nesta terça-feira
Geral - 04/07/2022 22h16min
Selecionados no cursinho pré-vestibular da UFMS devem se inscrever até quarta
Geral - 04/07/2022 21h34min
Covid-19: Brasil registra 122 mortes e 45,5 mil casos em 24 horas
Geral - 04/07/2022 21h13min
Com gol de Vinicius Lopes, Botafogo vence o Bragantino por 1 a 0
Geral - 04/07/2022 20h31min
Desafio premia startups com R$ 1 milhão para desenvolverem produtos renováveis