14/06/2022 21h54min - Geral
3 semanas atrás

Polícia desarticula quadrilha que sacrificava gado para venda ilegal de carne


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: Campo Grande NEWS


Dois integrantes de uma quadrilha que só neste ano é suspeita de ter cometido cerca de 42 furtos de gado em fazendas nos municípios de Corguinho e Rochedo, foram presas pela Polícia Civil nesta terça-feira (14), em Campo Grande. Dois veículos, freezers, motosserra, máquina de moer e quilos de carne, além de uma infinidade de ferramentas utilizadas no abate ilegal dos animais também foram apreendidas.  Um homem conseguiu fugir e a polícia já tem a identificação de pelo menos mais três suspeitos que integram o bando.  O caso mais recente foi registrado na manhã desta terça-feira (14), quando duas vacas e um touro mestiços foram encontrados carneados em uma fazenda em Baianópolis, distrito de Corguinho.  Após o abate, os suspeitos foram flagrados em uma caminhonete Mitsubishi passando por uma rua em Corguinho. De posse da imagem, investigadores das polícias Civil das duas cidades com o apoio da Deleagro (Delegacia de Combate a Crimes Rurais e Abigeato) da Capital iniciaram o cruzamento de informações, que levaram a descoberta de endereços usados pelo bando na Capital.  A partir da placar de Aquidauana da caminhonete, os investigadores chegaram ao antigo dono do veículo, que informou que havia vendido o carro para uma garagem de carros em Campo Grande.  Na Capital, por sua vez, foi descoberto a localização do novo dono do veículo. Dois endereços foram vistoriados, um deles no Jardim Corcovado, informa o delegado Roberto Duarte Faria, titular das delegacias de Corguinho e Rochedo.  Um casal de suspeitos foi preso em uma residência da Capital, os policiais encontraram um verdadeiro "açougue" clandestino. Lá, além de quilos de carne, também foram apreendidos foices, facas, máquinas usadas no processamento da proteína animal, binóculos e vários freezers lotados de carne, comenta o delegado.  Mais informações sobre a força-tarefa, como endereços vistoriados, identidades dos suspeitos e detalhes dos depoimentos, serão divulgados nesta quarta-feira (15), contudo, Roberto Duarte adianta que a quadrilha era organizada. Os itens apreendidos e o casal preso estão sendo levados para Rochedo nesta noite (14).  Os criminosos sacrificavam os animais com requintes de crueldade para vender de forma ilegal a carne que era mantida em condições insalubres.  "Só em Rochedo, neste ano, registramos 31 boletins de ocorrência por abigeato (furto de gado). Em Corguinho, pelo mais 12 e grande parte desses furtos, se não todos, foram executados por essa mesma quadrilha. Praticamente zeramos os furtos no perímetro urbano, mas no campo esse crime estava ocorrendo quase todo dia", conclui Roberto. 

•  campo grande news •  navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 04/07/2022 23h40min
Operação fecha "bocas de fumo" e leva 11 traficantes para a prisão
Geral - 04/07/2022 23h19min
Gerente de casa de prostituição é preso por exploração sexual infantil
Geral - 04/07/2022 22h58min
Mesmo sob pressão, câmara aprova Dia Municipal do Orgulho LGBTQIA+
Geral - 04/07/2022 22h37min
Interdições para requalificação da Rui Barbosa seguem nesta terça-feira
Geral - 04/07/2022 22h16min
Selecionados no cursinho pré-vestibular da UFMS devem se inscrever até quarta
Geral - 04/07/2022 21h34min
Covid-19: Brasil registra 122 mortes e 45,5 mil casos em 24 horas
Geral - 04/07/2022 21h13min
Com gol de Vinicius Lopes, Botafogo vence o Bragantino por 1 a 0
Geral - 04/07/2022 20h31min
Desafio premia startups com R$ 1 milhão para desenvolverem produtos renováveis