22/06/2022 14h33min - Geral
2 semanas atrás

Policiais do Batalhão de Choque são proibidos de atuar em bairros da Capital


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: Campo Grande NEWS


Quatro policiais militares do Batalhão de Choque de Campo Grande estão proibidos de realizar policiamento na região oeste da Capital, que compreende os bairros Jardim Aeroporto e Vila Popular. A proibição foi determinada pelo juiz titular da Auditoria Militar, após uma ação considerada truculenta. Os militares foram denunciados pelos crimes de tortura, injúria, violação de domicílio e lesão corporal. As vitimas das agressões denunciaram o caso ao MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), que inclusive determinou a prisão dos policiais envolvidos. A ação está em tramitação na Vara da Justiça Militar, onde foi indeferido pedido de prisão cautelar dos policiais investigados, porém foram impostas medidas cautelares alternativas. Com as medidas cautelares, os 4 servidores do Batalhão de Choque estão proibição de se aproximar das vitimas, de seus familiares e das testemunhas do caso, no limite mínimo de 500 metros. Eles também estão proibidos de manter contato com todos os citados por qualquer meio de comunicação. Fora a aproximação e contato com as vitimas, os militares estão proibição de tirar serviço nas áreas de atuação compreendidas pelas residências das vítimas e testemunhas do caso. De acordo com o Tribunal de Justiça, “como a situação limita-se a apenas 4 policiais e envolve pessoas específicas da comunidade que são ofendidos ou testemunhas desta ação, logo, torna-se evidente que a decisão não é capaz de causar um impacto significativo no policiamento da região”. O Tenente-coronel Augusto Pereira, chefe da assessoria de comunicação social da PM, confirmou a decisão envolvendo os militares e frisou que a decisão não compromete o trabalho realizado pela corporação. “Não existe proibição do Choque fazer policiamento. A decisão judicial diz respeito aos quatro policiais militares que participaram da ocorrência que ensejou no pedido do MP. Não tem relação com o policiamento executado pela Polícia Militar. O Policiamento continua sendo realizado na região normalmente”, apaziguou o coronel.

•  campo grande news •  navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 05/07/2022 17h31min
TSE formaliza visita de organização para observar eleições
Geral - 05/07/2022 17h15min
Governo abre inscrições para formação gratuita de treinadores de luta olímpica
Geral - 05/07/2022 17h14min
PF faz operação de combate ao tráfico de drogas via Correios em MS
Geral - 05/07/2022 17h00min
Relator da PEC de auxílios sociais manterá texto aprovado no Senado
Geral - 05/07/2022 16h57min
Justiça Eleitoral convoca mesários que vão trabalhar nas eleições
Geral - 05/07/2022 16h54min
Comunidade protesta contra caminhoneiros que fogem de blitz usando Indubrasil
Geral - 05/07/2022 16h54min
Comerciantes e moradores protestam contra caminhoneiros no Indubrasil
Geral - 05/07/2022 16h54min
Comerciantes e moradores protestam contra caminhoneiros no Idubrasil