20/04/2021 00h24min - Geral
3 semanas atrás

Preso homem que matou namorado da ex e atropelou bebê de 2 anos


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: TaNaMídia Naviraí


A Polícia Civil de Rio Verde de Mato Grosso, cidade localizada na região do Pantanal, cumpriu o mandado de prisão contra Ângelo Maria Felix, de 51 anos, acusado de matar atropelado o atual marido da ex mulher, Wagner da Silva de Assis, de 30  e de ferir a bebê de dois meses. A prisão ocorreu após o autor comparecer na delegacia acompanhado de um advogado. Ângelo era procurado desde a data do crime na última terça-feira (13), quando foi representada pela prisão preventiva.

Em conjunto, as Polícias Civil e Militar, batizaram a Operação de Elishebba, termo hebraico que significa “Meu Deus é um juramento”, em homenagem à bebê que continua em estado grave. Policiais chegaram a procurar pelo acusado principalmente em áreas rurais, onde provavelmente se escondia até hoje, quando decidiu se apresentar.

A bebê, segundo a Santa Casa de Campo Grande, segue internada na UTI pediátrica. Ela está sedada, intubada e seu estado de saúde é considerado grave.

Ao site Campo Grande News, a mulher, Laudicéia Gonçalves Dias, de 36 anos, desabafou e contou que o ato do ex “foi mais maldade que ciúmes”.

Laudiceia contou que viveu com Ângelo durante 11 anos e dessa relação tem um filho de 14 anos. Depois de 3 anos separados, ela se casou com Wagner e teve a bebê. O autor já havia ameaçado a vítima de morte e o motivo usado por ele seria a casa, onde Laudiceia morava com Wagner e os dois filhos.

Caso 

Na tarde de terça-feira, Laudiceia e Wagner, que levava a criança no carrinho de bebê, seguia pela Rua Rio Grande do Sul, no Bairro Nova Rio Verde, quando Ângelo avistou ambos caminhando e acelerou o veículo, um Fiat uno, de cor vinho, em direção aos três.

Wagner sofreu ferimentos graves e foi socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) ao hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Com o impacto da batida, a bebê, segundo testemunhas, foi arremessada do carrinho e rolou pelo asfalto. Ela teve traumatismo craniano e devido aos ferimentos veio transferida para Campo Grande. Laudiceia ficou em estado de choque. Ela também recebeu atendimento médico e passou por uma psicóloga. À polícia, testemunhas e familiares disseram que o autor não aceitava o fim do relacionamento.

Ele foi autuado por tentativa de feminicídio, tentativa de homicídio com aumento de pena em razão da idade da criança, homicídio doloso qualificado pelo motivo torpe e posse irregular de arma de fogo.



•  tanamidia navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 09/05/2021 11h30min
Naviraí-PMA surpreende caçadores e apreende armas e munições escondidas no compartimento do motor de veículo
Geral - 09/05/2021 10h18min
Pandemia não impede a mãe de voltar para sala de aula com a filha
Geral - 09/05/2021 10h09min
Indígenas denunciam o sumiço de 1,3 mil doses de vacina contra covid-19
Geral - 09/05/2021 10h00min
Homem é encontrado com tiro na cabeça e morre em hospital
Geral - 09/05/2021 09h34min
Operação contra o tráfico destrói pistas de pouso e cultivo de maconha
Geral - 09/05/2021 08h30min
Mara comemora inicio processo pavimentação asfáltica da MS-295
Geral - 09/05/2021 08h25min
MS pretende comprar aeronave especial para combater queimadas
Geral - 09/05/2021 08h20min
PMA autua em R$ 58 mil por incêndio que atingiu pastagem e vegetação