20/08/2021 09h10min - Geral
4 semanas atrás

Presos que têm problemas com facções vão para novo presídio


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: SulNews


CAMPO GRANDE NEWS Presos isolados em outras unidades penitenciárias de Campo Grande por causa de problemas com facções criminosas - principalmente o PCC (Primeiro Comando da Capital), predominante nos presídios do Estado - serão os primeiros a cumprir pena no novo presídio da Gameleira, inaugurado ontem, quinta-feira (19). A solenidade contou com a presença do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e do ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres. A obra, a segunda na região que deve ainda receber uma terceira unidade, teve um investimento de R$ 18,5 milhões, sendo R$ 15 milhões dos cofres federais. Serão 603 vagas e 110 celas para receber os apenados em solo sul-mato-grossense. Como é uma unidade de segurança máxima recém inaugurada, a penitenciária conta com reforço que as mais antigas não possuem, como paredes reforçadas, com 15 cm de espessura, dificultando fugas, escavações e captação de sinal de celular. "As vagas serão ocupadas ali de forma gradativa, e vamos deixar uma cota de 10% de vagas sem ocupação para que não cheguemos logo a ocupação máxima e assim, caso necessário, tenhamos uma margem de manejamento mais à frente", explica o chefe da Agência Penitenciária, Aud de Oliveira Chaves. Além disso, o local contará com módulo de saúde, educação, trabalho, salas de atendimentos de advogados, biblioteca, setores administrativos, de assistência psicossocial e áreas de visita, entre outros espaços. O presídio foi construído em concreto usinado, que dá mais segurança. CONTRA O CRIME Mais cedo Reinaldo, Torres e equipe inauguraram também em Campo Grande o CIISPR-CO (Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública Regional Centro Oeste) e o CICC-R (Centro Integrado de Comando e Controle Estadual). Ali, vão funcionar os centros que prometem acabar com a falta de integração entre forças de seguranças de outros estados e que devem auxiliar no combate ao crime organizado de maneira mais incisiva, segundo Torres. "As palavras integração e falta de vaidade podem parecer repetitivas, mas esses centros de integração serão as grandes ferramentas nos próximos anos, no combate ao crime organizado", declarou na cerimônia, pela manhã, no Palácio Tiradentes, sede da PMMS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul). O centro era demanda antiga de Reinaldo, segundo ele mesmo explicou. "Pedi esse centro para Dilma, para o Michel Temer e não conseguimos. Na primeira agenda com Bolsonaro, entreguei o mesmo documento pra ele", destacou, completando. "Leve essa gratidão ao governo Bolsonaro, porque a diminuição de todos os índices, nós devemos a visão de vocês. Esse núcleo de inteligência vai dar resultado para o país. Aqui, ninguém tem ciúme um do outro", disse Azambuja. e

•  sulnews •   noticias •   site •   naviraí


Últimas Notícias
Geral - 16/09/2021 18h11min
Redução do ICMS cobrado na fatura de energia é aprovado em 1ª discussão
Geral - 16/09/2021 17h09min
Homem que negociava carros furtados em SP é preso em Campo Grande
Geral - 16/09/2021 17h06min
Casal com filho de 2 anos é preso com 450 quilos de maconha em Dourados
Geral - 16/09/2021 17h05min
Três são presos por tentativa de homicídio e polícia apreende pistola
Geral - 16/09/2021 15h50min
Sanesul de Naviraí emite Comunicado à população por falta de água
Geral - 16/09/2021 15h20min
Polícia Civil prende jovens por furto de 400 metros de fios de cobre em Itaquiraí
Geral - 16/09/2021 15h00min
Estado recebe hoje mais 67,6 mil doses da Pfizer e Astrazeneca
Geral - 16/09/2021 12h57min
Vídeo-Operação flagra máquinas do jogo do bicho e um é levado para delegacia