27/05/2022 14h29min - Geral
1 mês atrás

Referência no policiamento de fronteira, DOF chega aos 35 anos


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: TaNaMídia Naviraí


De um Grupo inicial formado de 16 policiais (civis e militares) em 1.987 ao DOF (Departamento de Operações de Fronteira), a unidade policial sul-mato-grossense transformou-se em uma das unidades policiais mais bem equipadas e treinadas do país. Neste dia 28 de maio o Departamento completa 35 anos de criação e consolida-se como pioneira e difusora nacional no conhecimento de Policiamento Especializado de Fronteira e no enfretamento aos crimes transfronteiriços no Brasil.

Com 07 (sete) cursos de especialização realizados o DOF já preparou policiais de 10 estados, além de integrantes do Ministério Público, Exército Brasileiro, Policia Rodoviária Federal, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros do estado de Mato Grosso do Sul. Se prepara para seu oitavo curso, que deverá iniciar em agosto de 2022, quando se habilitará policiais para entender a estratégia de atuação do órgão e capacitará o pessoal para emprego de tecnologias e equipamentos na tarefa diária de manter presença em nossa extensa fronteira, fazer frente às organizações criminosas, que ali atuam, e aos outros crimes transfronteiriços.

A unidade encerrará o ano de 2022 com a frota de veículos 100% renovada, são mais de 45 veículos adaptados para o trabalho especializado, pistolas calibres 9mm de alta tecnologia importada da Itália, fuzis calibre 7,62 x 51 mm também de origem italiana, uniforme novos e modernos, equipamentos de visão noturna, visores termais, aeronaves remotamente pilotadas, e outros equipamentos e proteção individual, além de iniciar o trabalho de Operações Aéreas em parceria com a Coordenadoria de Policiamento Aéreo (CGPA/SEJUSP), por meio, de uma aeronave de asa rotativa que será baseada no DOF para atender a região de fronteira e ajudar no recobrimento da área de 1.517 quilômetros de extensão de fronteira no Mato Grosso do Sul.

Somente de 2020 até seu aniversário, foram retirados de circulação mais de 515 toneladas de drogas – 264 toneladas em 2020, 195 toneladas em 2021 e neste ano até maio quase 57 toneladas. Desde a criação da força especializada em 1987 já foram apreendidos mais de 1 milhão e 143 mil quilos de entorpecentes.

Para o Diretor do DOF, Coronel Wagner Ferreira da Silva, a fronteira do Brasil em Mato Grosso do Sul é "o ponto mais estratégico" para o crime organizado e, portanto, deve ser alvo de um grande interesse nacional, tanto para o mercado lícito, quanto ilícito e ainda mais para as autoridades de defesa e segurança pública. Segundo ele, com os investimentos recebidos pelo Departamento, até o fim de 2022 a unidade será uma das mais modernas e bem equipadas do Brasil, características fundamentais para o combate aos crimes transfronteiriços.

“O crime possui mecanismos muito dinâmicos e uma grande capacidade de adaptação, mas o DOF, ao longo dos seus 35 anos de existência, soube lidar com isso, estabelecendo um método de trabalho flexível, baseado em conceitos sólidos de ações assimétricas” enfatizou o diretor do DOF.

Coronel Wagner lembra ainda, que hoje a unidade está estruturada em ações ostensivas e com um forte núcleo de inteligência policial, além de treinamento e ensino na área de policiamento de fronteiras, logística, administração de recursos humanos, planejamento operacional, correição, comunicação social e no setor de atendimento direto ao cidadão.

Com este modelo de operação, e, principalmente resultados alcançados com a apreensão de mais de 33 toneladas de maconha em uma única ocorrência em 2020, sendo umas das maiores do país, o DOF tem integrado o Programa Vigia, por meio da Operação Hórus, parceria da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, parceria esta, que tem potencializado e qualificado os resultados contra a criminalidade na fronteira.

O secretário de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul, Antônio Carlos Videira, que foi membro do antigo GOF, enfatizou que essa é uma data muito especial para a unidade e ressaltou as lutas e conquistas obtidas pelo DOF no decorrer de sua história.

"Nós teremos ainda neste ano a nossa Nova Sede, novas viaturas e um helicóptero que será empregado em toda área de atuação do Departamento. O DOF foi construído com a história de muitos policiais, mas sem dúvida alguma o legado do Coronel Adib, um ícone da segurança pública do Brasil, ligado a própria história do DOF, foi o que mais marcou todos esses 35 anos", finalizou o secretário parabenizando todos os policiais que ajudaram na construção da unidade.

Nova sede - Coronel Adib Massad.

Nova sede do DOF em Dourados (Imagem: Assessoria)

Uma das principais conquistas obtidas pelo DOF desde sua criação é a construção de uma sede própria, um prédio moderno numa área de 17.400 m² na Marginal Guaicurus, com 1.434 m² de área construída, que abrigará heliponto, auditório, alojamentos, salas de aula, cozinha, refeitório e ambientes administrativos. Desde 1994 a sede do DOF está em um prédio de 1.100 construído e cedido pela Sociedade dos Amigos da Liberdade, Vigilância e Esperança (Salve) de Dourados.

A nova estrutura contará ainda com salas de logística, inteligência, investigação e cartórios, entre outras. A unidade levará o nome do “Coronel Adib Massad”, denominação que presta homenagem a um dos policiais pioneiros e diretor do departamento no período de 07/03/1989 a 26/09/1996. Adib faleceu em 3 de março de 2021, aos 91 anos.

Em setembro de 2020 o governador Reinaldo Azambuja assinou a ordem de serviço para que fosse dado início à construção do prédio, materializando um sonho de mais de 30 anos.

“Nesses 35 anos de existência o DOF desenvolveu seus recursos materiais, agregando tecnologia, aperfeiçoando e sistematizando seus processos internos, mas ainda é o homem-policial seu maior patrimônio. O legado vocacional dos policiais de ontem nos inspira e nos imprime, hoje, a necessidade de continuarmos comprometidos com a nossa gente da Fronteira”, destaca o coronel Wagner Ferreira da Silva.

Criação do DOF

Criado no dia 28 de maio de 1987, o Grupo de Operações de Fronteira (GOF), com efetivo de 16 policiais (oito militares e oito civis) tinha a missão de realizar o policiamento na região da Grande Dourados, no combate ao contrabando de soja, narcotráfico, furto e roubo de veículos, de cargas e em propriedades rurais, golpe do seguro e outros crimes específicos na região. Em 1989, o Grupo, baseado em Campo Grande, foi transferido para Dourados, com a missão de fazer o policiamento itinerante na fronteira. Em 1994 os policiais ganharam uma nova base, um prédio de 1.100 construído e cedido pela Salve, em Dourados.

Viaturas Policiais utilizadas pelo GOF (Grupo de Operações de Fronteira) em 1987 (Imagem: Assessoria)

Dois anos depois o GOF deu lugar ao DOF (Departamento de Operações de Fronteira (DOF), que anos depois passou a atuar também na fronteira de Corumbá, principal porta do tráfico de cocaína. Em 2006 foi ativada a Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron), integrada ao Departamento.

A partir de 2009 Decreto Estadual regulamentou a unidade como Departamento independente e Resolução de 2020 formalizou o raio de atuação do DOF em 53 municípios do Estado, incluindo todas as comunidades da Faixa de Fronteira e as cidades sob influência da região fronteiriça, abrangendo 730,8 quilômetros de fronteira seca, onde o trânsito de pessoas e tráfego de veículos ocorrem sem nenhum obstáculo ou barreira.



•  tanamidia navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 05/07/2022 17h31min
TSE formaliza visita de organização para observar eleições
Geral - 05/07/2022 17h15min
Governo abre inscrições para formação gratuita de treinadores de luta olímpica
Geral - 05/07/2022 17h14min
PF faz operação de combate ao tráfico de drogas via Correios em MS
Geral - 05/07/2022 17h00min
Relator da PEC de auxílios sociais manterá texto aprovado no Senado
Geral - 05/07/2022 16h57min
Justiça Eleitoral convoca mesários que vão trabalhar nas eleições
Geral - 05/07/2022 16h54min
Comunidade protesta contra caminhoneiros que fogem de blitz usando Indubrasil
Geral - 05/07/2022 16h54min
Comerciantes e moradores protestam contra caminhoneiros no Indubrasil
Geral - 05/07/2022 16h54min
Comerciantes e moradores protestam contra caminhoneiros no Idubrasil