23/03/2021 17h11min - Geral
4 semanas atrás

Sem tomar a segunda dose da vacina idoso morre com Covid


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: SulNews


O idoso de 89 anos, que morreu vítima de Covid-19, em Nova Andradina, na última quinta-feira, já havia tomado a primeira dose da vacina contra a doença, conforme apurou o site Nova News. Neste domingo , o site noticiou a 35ª morte atribuída ao novo coronavírus em Nova Andradina, tendo como vítima Moacir Ferraz. Ele teve sintomas no dia 14 de março, foi internado no Hospital Regional no dia 16 e mrreu no dia 16. O exame positivo foi divulgado na noite de sábado. Em contato com o setor responsável, o Nova News verificou que Moacir havia tomado a primeira dose do imunizante no dia seis de março e iria tomar a segunda dose no próximo dia 27 de março. O fato de o idoso ter sido vacinado em seis de março e apresentado os primeiros sintomas da Covid-19 em 14 de março reforça o que vem sendo explicado por especialistas, de que a eficácia do imunizante, que atinge seu auge após a segunda dose, pode levar algum tempo para ser constatada. Segundo publicação no portal oficial do Instituto Butatan, as vacinas são o primeiro passo para o fim da pandemia do novo coronavírus, mas a imunidade não começa imediatamente após tomar o imunizante. Caso uma pessoa tenha Covid-19 logo após se imunizar, isso não significa que a vacina não funcionou, mas que seu o sistema imunológico ainda não teve tempo para criar a resposta imune. Cada organismo reage de uma forma, dependendo de fatores como a faixa etária e o próprio sistema imunológico da pessoa. Em geral, em duas semanas após a segunda dose estaremos protegidos, pois esse é o tempo que nosso sistema leva para criar anticorpos neutralizantes, que barram a entrada do vírus nas células. Esse também foi o intervalo usado nos testes clínicos da CoronaVac, a vacina do Butantan, para medir a resposta imune dos participantes. Ainda vale lembrar que uma quantidade ainda maior de anticorpos pode ser registrada até um mês após o fim da vacinação, também variando de indivíduo para indivíduo. É importante esperar, porém, que grande parte da população tenha sido imunizada antes de voltarmos aos antigos hábitos, para evitar contaminar outras pessoas, já que o indivíduo que tomou a vacina ainda pode transmitir o vírus. Mesmo após a imunização, ainda será preciso manter medidas de segurança, como o uso de máscara e a higienização constante das mãos. 

•  sulnews •   noticias •   site •   naviraí


Últimas Notícias
Geral - 19/04/2021 02h26min
Ponto de internet é instalado em assentamentos
Geral - 19/04/2021 00h08min
Setor energético terá investimentos de R$ 3 tri até 2030, diz ministro
Geral - 19/04/2021 00h08min
Toque de recolher começa mais cedo em 49 municípios de MS
Geral - 19/04/2021 00h07min
Pescador é autuado em R$ 1 mil e tem barco apreendido
Geral - 19/04/2021 00h03min
Preso é encontrado morto dentro de cela na fronteira com o Paraguai
Geral - 18/04/2021 18h35min
Demanda por leitos de UTI para Covid permanece alta em MS
Geral - 18/04/2021 17h15min
STALKING: Saiba o que é e como se defender: prática agora é crime
Geral - 18/04/2021 14h15min
PMA prende e autua homens pescando com tarrafas e apreende pescado