27/02/2021 12h01min - Geral
2 meses atrás

Simone, Soraya e Riedel polarizam disputa ao governo


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: SulNews


FLÁVIO VERÃO / O PROGRESSO Os nomes que vão concorrer à sucessão do governador Reinaldo Azambuja nas eleições de 2022 começam a ser ventilado. Eduardo Riedel, secretário de Infraestrutura, é a aposta do PSDB para representar Reinaldo. Ele pode ter como adversário as senadoras Soraya Thronicke (PSL) e Simone Tebet (MDB). Riedel é nome de confiança do governador e no início desta semana deixou a secretaria de Governo e assumiu a Infraestrutura. Ele terá como missão coordenar e dar agilidade às entregas do programa Governo Presente - projeto que prevê R$ 4 bilhões em obras em todas as cidades do Estado até o final de 2022. Com isso, Riedel poderá ganhar mais holofote, já manterá contato com prefeitos e viajará para muitos municípios nos próximos dois anos. O presidente regional do PSDB, Sérgio de Paula, já está preparando o nome de Riedel para o próximo pleito. Para isso, o partido espera ter apoio de outras legendas, principalmente do PSD, dos irmãos Trad, do Democratas (contanto com apoio da ministra Tereza Cristina Dias) e do PP. A senadora Soraya, que tem mais quatro anos de mandato pela frente, anunciou interesse em disputar o governo esta semana. A decisão ocorreu durante lançamento do “Fórum de Integração MS Certo”, iniciativa que prevê debate entre os municípios sobre as demandas prioritárias para Mato Grosso do Sul em diversas áreas.  O fórum, conforme a senadora, terá encontros a partir do mês de março e seguirá até o fim deste ano em cidades polo nas principais regiões do Estado. Há expectativa que as reuniões ocorram em Campo Grande, Dourados, Três Lagoas, Paranaíba, Corumbá, Aquidauana, Miranda, Ponta Porã, Naviraí, Ivinhema, São Gabriel do Oeste e Coxim. Os encontros poderão servir de vitrine a ela.  A senadora Simone Tebet também defendeu candidatura própria do partido na chapa majoritária para governo do Estado nesta semana.  Embora acredite que essa não seja hora de se falar em eleições - o país precisa de vacina e discutir questões sociais, como auxílio emergencial - acredita que o partido tem condições de participar das disputas.      Para a senadora, o MDB tem história com o Estado, em específico o ex-governador André Puccinelli, e que o partido tem o dever de ter liderança ao pleito. Embora ainda pensa que irá concorrer reeleição ao Senado, não descarta colocar o nome à disposição da legenda nas eleições ao governo em 2022.

•  sulnews •   noticias •   site •   naviraí


Últimas Notícias
Geral - 19/04/2021 14h35min
Fahd Jamil, foragido da polícia, se entrega em Campo Grande
Geral - 19/04/2021 14h10min
ITAQUIRAÍ: Prefeitura entrega na Câmara a LDO para ser votada
Geral - 19/04/2021 13h33min
Nas aldeias mestrando indígena da UEMS faz monitoramento de casos de Covid
Geral - 19/04/2021 13h30min
Prefeitura distribuirá kits da merenda escolar para 6,6 mil alunos
Geral - 19/04/2021 12h01min
Fahd Jamil se entrega e é preso em Campo Grande
Geral - 19/04/2021 11h11min
Duas servidoras da Assistência Social podem ter furado a fila da vacinação
Geral - 19/04/2021 11h08min
Casa de vereador é alvejada e menino é baleado
Geral - 19/04/2021 10h41min
Prefeitura lança projeto piloto de ensino do guarani a alunos indígenas