11/03/2021 00h02min - Geral
1 mês atrás

Teste rápido da covid custa de R$ 99 a R$ 350, mostra pesquisa do Procon


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: SulNews


Pesquisa do Procon/MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) mostra que o teste para covid-19 pode ter variação de até 253% nos preços em Campo Grande. O levantamento foi realizado entre os dias 2 a 4 de março, num roteiro com 19 estabelecimentos (laboratórios, farmácias, hospitais e clinicas).  A maior variação foi no exame na modalidade teste rápido, feito com uma gota de sangue. O Labsaúde cobra R$ 350 para a realização do exame enquanto a farmácia Pague Menos cobra R$ 99. O tempo para entrega varia de 10 minutos a um dia.  Já o RT-PCR (que coleta secreção do nariz), custa de R$ 200 (Ultralab) a R$ 380 (Analisa Diagnósticos, Célula, Hospital Proncor, Labclin e Labminei). Nesse caso, a variação foi de 90%. A entrega dos resultados varia entre 24 horas a cinco dias. Em relação à sorologia, a variação é de 172,98%. O serviço custa R$ 300 na Clínica Campo Grande, Proncor, Labsaude, Labclin, Labminei e Sabin, enquanto na Drogasil o valor é R$ 109,90.  O prazo para entrega dos resultados vai de duas horas a cinco dias úteis.  No comparativo entre março de 2020 e deste ano, a constatação foi que apenas o RT-PCR apresentou aumento: 1,49% 

•  sulnews •   noticias •   site •   naviraí


Últimas Notícias
Geral - 19/04/2021 02h26min
Ponto de internet é instalado em assentamentos
Geral - 19/04/2021 00h45min
Criança morre na Santa Casa após ser atingida por carro
Geral - 19/04/2021 00h08min
Setor energético terá investimentos de R$ 3 tri até 2030, diz ministro
Geral - 19/04/2021 00h08min
Toque de recolher começa mais cedo em 49 municípios de MS
Geral - 19/04/2021 00h07min
Pescador é autuado em R$ 1 mil e tem barco apreendido
Geral - 19/04/2021 00h03min
Preso é encontrado morto dentro de cela na fronteira com o Paraguai
Geral - 18/04/2021 18h35min
Demanda por leitos de UTI para Covid permanece alta em MS
Geral - 18/04/2021 17h15min
STALKING: Saiba o que é e como se defender: prática agora é crime