17/11/2021 09h56min - Geral
2 meses atrás

Vacinação anti aftosa precisa ser registradacendo neste mês


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: SulNews


A segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa de 2021 tevê início no ínicio deste mês e o registro deverá ser realizado pelo produtor no sistema informatizado da Iagro (Departamento de Inspeção e Defesa Agropecuária de Mato Grosso do Sul), através do portal GAP (clique aqui) de 1º de novembro a 15 de dezembro de 2021. Nesta etapa, deverão ser vacinados cerca de 9 milhões de cabeças. Na região do Planalto, a vacinação é obrigatória para animais até 24 meses entre os dias 1° e 30 de novembro.  No Pantanal, os optantes pela etapa de novembro, devem vacinar todo o rebanho entre 1° de novembro a 15 de dezembro de 2021 e registrar a vacinação de 1° de novembro a 31 de dezembro. Para ambas regiões, a aquisição da vacina estará liberada nas revendas cadastradas. As vacinas devem ser mantidas entre 2°C e 8°C, desde a aquisição até o momento da utilização – incluindo o transporte e a aplicação, já na fazenda. Devem ser usadas agulhas novas para aplicação da dose de 2 ml na tábua do pescoço de cada animal, preferindo as horas mais frescas do dia, para fazer a contenção adequada dos animais e a aplicação da vacina. Na etapa de maio deste ano o índice de cobertura vacinal dos animais foi de 99,69%. Essa porcentagem representa 18.653.836 bovídeos em 53.808 propriedades envolvidas em todo o Estado. Em caso de dúvidas, a orientação é para que criador procure a Iagro.A segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa de 2021 tevê início no ínicio deste mês e o registro deverá ser realizado pelo produtor no sistema informatizado da Iagro (Departamento de Inspeção e Defesa Agropecuária de Mato Grosso do Sul), através do portal GAP (clique aqui) de 1º de novembro a 15 de dezembro de 2021. Nesta etapa, deverão ser vacinados cerca de 9 milhões de cabeças. Na região do Planalto, a vacinação é obrigatória para animais até 24 meses entre os dias 1° e 30 de novembro.  No Pantanal, os optantes pela etapa de novembro, devem vacinar todo o rebanho entre 1° de novembro a 15 de dezembro de 2021 e registrar a vacinação de 1° de novembro a 31 de dezembro. Para ambas regiões, a aquisição da vacina estará liberada nas revendas cadastradas. As vacinas devem ser mantidas entre 2°C e 8°C, desde a aquisição até o momento da utilização – incluindo o transporte e a aplicação, já na fazenda. Devem ser usadas agulhas novas para aplicação da dose de 2 ml na tábua do pescoço de cada animal, preferindo as horas mais frescas do dia, para fazer a contenção adequada dos animais e a aplicação da vacina. Na etapa de maio deste ano o índice de cobertura vacinal dos animais foi de 99,69%. Essa porcentagem representa 18.653.836 bovídeos em 53.808 propriedades envolvidas em todo o Estado. Em caso de dúvidas, a orientação é para que criador procure a Iagro. Conforme o Plano Estratégico do Pnefa 2017-2026, o Brasil segue executando as ações para garantir o status de país livre da febre aftosa e ampliar as zonas livres de febre aftosa sem vacinação. A meta é que todo o território brasileiro seja considerado livre de febre aftosa sem vacinação até 2026. Atualmente, em torno de 70 países têm esse reconhecimento pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

•  sulnews •   noticias •   site •   naviraí


Últimas Notícias
Geral - 22/01/2022 10h00min
Santos agora espera o vencedor do Choque-Rei
Geral - 22/01/2022 09h30min
Sanesul comunica que poderá faltar água na Avenida Campo Grande
Geral - 22/01/2022 09h15min
Naviraiense faz amistoso contra Itaquiraí neste domingo no Carminatão
Geral - 22/01/2022 09h10min
Em preparação para estreia na Série A, Naviraiense faz amistoso
Geral - 22/01/2022 08h30min
PMA autua paulistas presos pela PM de Tacuru por contrabando
Geral - 22/01/2022 08h30min
8° BPM apreendeu mais de 4 toneladas de drogas em 2021
Geral - 22/01/2022 08h20min
Em Minas o São Paulo busca título inédito
Geral - 22/01/2022 07h03min
Sanesul informa que pode haver falta de água