12/05/2022 13h33min - Geral
1 semana atrás

Vereadores criam nova comissão para a cassação do prefeito


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: SulNews


JEFERSON GAMARRA / CAMPO GRANDE NEWS Após suspensão do processo de cassação da Câmara Municipal contra o prefeito João Alfredo Danieze (Psol), determinado pelo juiz Idail De Toni Filho, da Vara Única de Ribas do Rio Pardo, no mês passado, os vereadores da cidade instauraram na sessão ordinária de ontem (10), uma nova CPP (Comissão Processante parlamentar) pedindo novamente o afastamento do chefe do Executivo.   A nova comissão formada pelo placar de 7 a 2 entre os parlamentares, tem como base a mesma acusação indeferida anteriormente e leva em consideração a denúncia do vereador Álvaro Andrade dos Santos (PSD), conhecido como Nego da Borracharia, alegando que prefeito cometeu crime de improbidade com enriquecimento ilícito de terceiros e infração político-administrativa por negligenciar a gestão do dinheiro público. O vereador apontou que o prefeito beneficiou indevidamente a empresa Tec Faz Soluções em Projetos Hidráulicos Rurais e Transporte Ltda em locações de máquinas e caminhões para a Prefeitura. Segundo o denunciante, a irregularidade gerou prejuízo de R$ 40,3 mil aos cofres públicos, somente no que diz respeito a um dos veículos locados. A comissão, que poderia acarretar na cassação do prefeito, foi suspensa após a defesa do chefe do Executivo ingressar com mandado de segurança na Justiça contra a decisão dos vereadores, apontando vícios no processo, entre eles, o não seguimento do rito estabelecido pelo regimento interno parlamentar.  Na concessão da liminar, o juiz Idail De Toni Filho destacou a não convocação de suplente. “Em detida análise da peça preambular e dos documentos convergidos, tenho que estão presentes os requisitos essenciais para a concessão da liminar vindicada, notadamente no que toca à ausência de convocação do suplente do vereador denunciante para a sessão que recebeu a denúncia dirigida ao impetrante”. No novo processo de instauração da CPP (Comissão Processante parlamentar), realizado ontem (10), os parlamentares corrigiram os vícios anteriores.  O presidente da Casa, Tiago Gomes de Oliveira e o autor da denúncia, Nego da Borracharia, foram impedidos de votar. Em seguida à aprovação, houve sorteio dos membros para comissão. Os vereadores Isac Bernardo De Araújo (PTB), Luiz Antônio Fernandes (MDB) e Christoffer Jamesson da Silva (PSC) foram os sorteados para formar a comissão.r O advogado de defesa do prefeito, André Borges, classificou como sendo uma “perseguição” a nova comissão formada entre os vereadores, pedindo a cassação do prefeito pelo mesmo caso. “Reconhecimento dos vícios pela Câmara de Vereadores revela o inequívoco abuso de poder em processar quem trabalha de maneira séria pelos cidadãos riopardenses; parece que não aprenderam, porque repetem a mesma perseguição ilegítima”, ressaltou. 

•  sulnews •   noticias •   site •   naviraí


Últimas Notícias
Geral - 20/05/2022 05h58min
Eldorado-PRF apreende caminhão com 75 mil maços de cigarros contrabandeados
Geral - 20/05/2022 05h56min
Freteiro desconfia de carga, avisa polícia e descobre 1,1 tonelada de maconha
Geral - 20/05/2022 03h26min
Naviraí-Após roubar celular e dinheiro adolescente é detido por populares até a chegada da PM
Geral - 20/05/2022 01h29min
Naviraí-Cooperativa Recicla já recolheu mais de 660 toneladas de materiais diversos que iriam para o aterro sanitário
Geral - 19/05/2022 23h59min
Naviraí-Bombeiros dão instruções de combate e prevenção a incêndios a alunos da Guarda Mirim
Geral - 19/05/2022 21h32min
Vagas de trabalho em Itaquiraí
Geral - 19/05/2022 20h55min
Estado fecha semana com sete mortes, duas em Naviraí
Geral - 19/05/2022 19h10min
Casa do Trabalhador realiza curso e oficinas de capacitação