29/09/2021 01h00min - Geral
3 semanas atrás

Volta às aulas impulsiona contratações e MS fecha agosto com criação de 2,8 mil novos postos de trabalho


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: TaNaMídia Naviraí


O início do 2º semestre letivo em instituições de ensino impulsionou as contratações em agosto e Mato Grosso do Sul fechou o mês com a criação de 2.849 empregos formais, conforme dados divulgados nesta quarta-feira (29) pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério da Economia.

De acordo com as informações do Caged, foram 23.509 admissões no período contra 20.660 demissões, perfazendo saldo positivo de 2.849 novos postos de trabalho criados.

Desse total, 624 são do setor de educação, principalmente em instituições particulares de ensino superior, que puderam retornar às aulas presenciais e ampliaram em 442 o estoque de mão-de-obra. Já o ensino infantil e fundamental foi responsável por gerar 89 novos trabalhos com carteira assinada no Estado.

Apesar do resultado positivo, agosto é o mês com a menor alta do ano. Ainda assim, MS segue na sequência de resultados positivos em 2021, que está com saldo de 34.032 empregos formais criados, número 173% superior ao ano de 2020 inteiro.

Se comparado com o mesmo período do ano passado, ou seja, de janeiro a agosto, o número supera os 1.200%. Nos 8 primeiros meses de 2020, com a pandemia, MS havia registrado a criação de 2.587 postos de trabalho, ainda num início de recuperação após o colapso de abril, quando houveram demissões em massa e a extinção de mais de 8,2 mil empregos.

Demais setores...

O comércio também apresentou bom desempenho em agosto, com a criação de 816 postos de trabalho. As contratações ficaram diluídas em diversos segmentos como material de construção (119), vestuário (109), alimentos (87) e equipamentos de informática (80).

A indústria apresentou saldo positivo de 391 empregos formais criados. Os destaques ficaram por conta de indústrias de reparos e instalação de equipamentos (91), papel e celulose (72) e materiais elétricos (61).

A construção civil encerrou o mês de agosto em alta, com a ampliação de 404 trabalhadores para o estoque e, por fim, a agropecuária apresentou redução nos postos de trabalho disponíveis, com extinção de 308 empregos formais. A principal baixa se deu em empregados responsáveis por pela preparação de terreno, cultivo e colheita da agricultura, com saldo negativo em 200 empregos extintos.



•  tanamidia navirai •  noticias


Últimas Notícias
Geral - 22/10/2021 03h38min
Polícia paraguaia inicia operação contra narcotráfico após criação de convênio
Geral - 22/10/2021 01h17min
Polícia prende assaltante que esfaqueou dono de motel durante roubo
Geral - 22/10/2021 00h20min
Naviraiense contrata dez jogadores
Geral - 21/10/2021 18h21min
Operação conjunta apreende 500 kg de fios de cobre avaliados em R$ 100 mil
Geral - 21/10/2021 17h24min
Denúncia aponta que PMs falsificaram relatório para ficar com muamba apreendida em MS
Geral - 21/10/2021 17h24min
Suspeito de assassinar jovem por dívida de R$ 100 é preso em Corumbá
Geral - 21/10/2021 17h15min
Começa neste fim de semana o mata-mata da Liga Nacional
Geral - 21/10/2021 16h31min
Atlético Naviraí joga final nesta sexta-feira