18/07/2021 11h05min - Geral
3 semanas atrás

WhatsApp clonado ou roubado? Saiba como se proteger


 • 

nIndexer / redacao@naviraionline.com.br
Fonte: Naviraí Notícias


WhatsApp clonado ou roubado? Saiba como se proteger seu perfil de ataques. (Foto: Reprodução)

O seu WhatsApp já foi clonado? Esses acontecimentos tem se tornado comum nos últimos anos e podem gerar muita dor de cabeça e prejuízos.

Milhares de pessoas têm seus dados do aplicativo roubados por criminosos virtuais que, em seguida, invadem a lista de contatos para solicitar empréstimos e transferências.

Confira aqui como se proteger de ataques digitais.

Os avanços tecnológicos provocaram inúmeras facilidades, as distâncias diminuíram, por meio da internet é possível resolver diversos processos burocráticos, realizar compras, consultas, cadastros, pagamentos, e devido a isso, milhares de dados estão expostos diariamente na web.

Os ataques cibernéticos recebem também o nome de cibercrime, crime informático, crime eletrônico e outras variações.

No ano passado, mais de 5 milhões de brasileiros foram vítimas de crimes de clonagem de WhatsApp, sendo que o Brasil é o quarto país mais afetado por ciberataques no mundo, segundo levantamento da PSafe, empresa de segurança digital.

O número de cibercrimes aumentou no Brasil durante a pandemia da Covid-19, com mais pessoas conectadas à internet, o especialista em segurança digital, Pedro Figueiredo,  explica que o golpe acontece geralmente quando o bandido engana a vítima, para que ela informe um código curto recebido por SMS e, com esse código curto, consegue ativar o WhatsApp da pessoa em outro aparelho.

“As pessoas devem estar alerta aos sinais e qualquer tipo de mensagem estranha, é muito comum ver pessoas com WhatsApp clonado tentando aplicar golpes, é fundamental contar com senhas fortes e extensas que combinem letras, números e símbolos, é preciso criar uma barreira forte contra qualquer tipo de invasão, pois infelizmente tem acontecido com frequência", pontuou ao Correio do Estado.

 

COMO SE PROTEGER?

O especialista em segurança digital destaca ser essencial que ocorra a ativação da verificação em duas etapas do WhatsApp, para assim garantir a segurança máxima do seu aplicativo, evitando possíveis problemas. 

"Esse procedimento impede que o bandido tenha acesso ao seu WhatsApp, caso ele consiga clonar, ou seja, não consegue enviar mensagens pedindo dinheiro ou qualquer tipo de mensagem aos seus contatos, somente se tiver a senha, esse é uma medida muito simples e eficaz para evitar a clonagem”, afirmou.

 

Abrir WhatsApp;

Clicar nos 3 pontos que ficam no canto superior direito;

Configurações;

Conta;

Confirmação em duas etapas;

Criar senha de 6 dígitos Inserir e-mail cadastrado do WhatsApp

“Outra forma de evitar ter seu aplicativo clonado é não abrir e-mails ou SMS de remetente desconhecido, é comum que os hackers encaminhe mensagens e criem anúncios para que o indivíduo acesse e permita a invasão, com isso ele terá domínio sobre o seu aparelho e acesso à sua lista de contato”, explicou. (Com informações Jornal Correio do Estado).

 

Fonte: Jornal Correio do Estado

•  navirai noticias •   site •   naviraí


Últimas Notícias